A Bentley foi o primeiro construtor automóvel de luxo a arriscar uma incursão pelos SUV. A aposta veio a saldar-se num êxito de vendas tal que outros construtores de semelhante gabarito ousaram pisar neste terreno – um dos mais férteis comercialmente. Ao Bentayga a Rolls-Royce respondeu com o Cullinan, enquanto o Lamborghini Urus continua a aguardar a chegada do Ferrari Purosangue para medir meças. Só que, entretanto, o primeiro e único SUV do fabricante de Crewe chegou a meio do seu ciclo de vida e, por isso, eis que o Bentayga se renova para reforçar argumentos junto de potenciais clientes, quase cinco anos depois de ter surgido, pois pretende manter o estatuto de SUV de luxo mais vendido – mais de 20 mil unidades desde o lançamento.

Visualmente, a mudança mais flagrante encontra-se na traseira, onde o portão da bagageira passa a estender-se a toda a largura, e os farolins exibem agora um formato ovalado. À frente surge uma grelha nova, maior e mais na vertical, com a renovação a estender-se igualmente aos grupos ópticos e ao pára-choques.

14 fotos

No interior, que aceita uma configuração de quatro, cinco ou sete lugares, há mais alterações, embora algumas delas sejam subtis. O tablier mantém a mesma linha, mas as duas saídas de ventilação ao centro deixam de ser circulares – as dos extremos continuam a ser redondas. Os controlos do ar condicionado mudam e o mesmo acontece com o display central, ao serviço do sistema de infoentretenimento, que agora se fixa nas 10,9 polegadas (antes era de 8,0) e reclama melhor conectividade. O Apple Carplay passa ser sem fios e, dependendo dos mercados, o Bentayga torna-se também compatível com Android Auto, pela primeira vez. Outra das estreias remete para o carregamento wireless de smartphones, que passa a fazer parte do equipamento de série. Há novos bancos, novos revestimentos para os painéis das portas e um novo volante. Mais interessante, atendendo ao perfil de comprador deste SUV, é que os lugares na segunda fila de bancos, na configuração de cinco lugares, passam a oferecer mais espaço para as pernas (de 3 a 10 cm) e podem ser ventilados, para viagens em classe executiva.

O renovado Bentayga apresentar-se-á nos concessionários tendo sob o capot o V8 a gasolina de 550 cv e 770 Nm que já conhecemos. Mais tarde surgirá na versão Speed, com o W12 de 635 cv, e também na variante PHEV com 449 cv.