Os primodivisionários Manchester United e West Ham aplicaram na terça-feira a “lei do mais forte” e apuraram-se para a quarta eliminatória da Taça da Liga inglesa de futebol, enquanto o West Bromwich foi eliminado pelo Brentford, do segundo escalão.

Sem vários habituais titulares no onze, entre os quais o internacional português Bruno Fernandes, o Manchester United foi vencer por 3-0 ao terreno do Luton Town, do “Championship”, o segundo escalão. O espanhol Juan Mata inaugurou o marcador aos 44 minutos, de grande penalidade, mas os “red devils” apenas “sentenciaram” a partida perto do fim, com tentos de Marcus Rashford, aos 88, e Mason Greenwood, aos 90+2, este último assistido por Bruno Fernandes, que tinha sido lançado por Ole Gunnar Solskjaer aos 78.

Apesar de não ter contado com o treinador David Moyes, nem com os jogadores Issa Diop e Joseh Cullen, todos infetados com Covid-19, o West Ham aplicou uma “mão cheia” de golos (5-1) ao Hull City, da “League One”, a terceira divisão. O escocês Robert Snodgrass abriu o ativo para o “hammers”, antes de o francês Sebastien Haller e o ucraniano Andriy Yarmolenko ‘bisarem’. Pelo meio, Mallik Wilks reduziu para os “tigers”.

O West Bromwich, que este ano está de regresso à “Premier League”, foi eliminado em casa pelo Brentford, do “Championship”. Após o empate 2-2 registado no final do tempo regulamentar, a formação do segundo escalão acabou por vencer por 3-2 no desempate por grandes penalidades.

O Watford, que na última época foi despromovido da “Premier League”, foi surpreendido no terreno do Newport County, equipa que disputa a quarta divisão do futebol inglês e que bateu os ‘hornets’ por 3-1.

Já o jogo entre o Leyton Orient e o Tottenham, treinado pelo português José Mourinho, acabou por ser cancelado, devido aos vários casos de Covid-19 registados na equipa da “League Two”.

A Liga inglesa (EFL) adiantou que as partes estão a debater as implicações e a encontrar uma solução, que será anunciada em breve, sendo que o Leyton Orient pode mesmo perder o jogo, caso o clube seja considerado incapaz de disputar a partida.