O presidente do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa, Luís Faro Ramos, termina o seu mandato de três anos no próximo dia 31, segundo um despacho de exoneração publicado na segunda-feira em Diário da República.

O despacho é assinado pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. O nome do substituto de Luís Faro Ramos – embaixador de Portugal em Havana antes de assumir funções no Camões, para as quais foi nomeado em 24 de outubro de 2017 — será conhecido “em breve”, garantiu em declarações à Lusa o chefe da diplomacia portuguesa, sem acrescentar outros detalhes.

Na cerimónia pública de apresentação da Rede de Ensino Português no Estrangeiro há três semanas, Augusto Santos Silva referiu-se expressamente ao final do mandato de Faro Ramos, anunciando que o seu substituto será um homem, por respeito à quota de género no conselho diretivo do Camões, que é “favorável” às mulheres, segundo o ministro.