A bolsa de Nova Iorque iniciou esta terça-feira a sessão em alta, animada pela transição de poder para o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e pela notícia da escolha de Janet Yellen como secretária do Tesouro. Às 14h50 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones subia 1,03% para 29.894,20 pontos e o Nasdaq avançava 0,12% para 11.894,43 pontos. O índice alargado S&P 500 subia 0,61% e estava em 3.599,49 pontos.

Três semanas após as presidenciais, Donald Trump, presidente cessante, deu luz verde ao início do processo de transferência de poder para Joe Biden, sem, no entanto, admitir a sua derrota nas eleições. No início da sessão, empresas como a Boeing (4%), Chevron (3,47%), os bancos JPMorgan Chase (2,88%) e Goldman Sachs (2,81%) destacavam-se nos ganhos.

Na segunda-feira, a bolsa nova-iorquina encerrou em alta, depois de terem sido divulgados pela imprensa alguns nomes de futuros membros da administração Biden, com o Wall Street Journal a avançar a escolha de Janet Yellen para a chefia do Departamento do Tesouro, uma informação confirmada depois por fontes da Agence France-Press e da Associated Press. A primeira mulher a presidir à Reserva Federal (Fed), entre 2014 e 2018, Yellen, de 74 anos, deverá ser a primeira mulher a ocupar o cargo de secretária do Tesouro.

Os avanços no desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 também apoiaram a subida dos índices bolsistas em Wall Street na segunda-feira. O Dow Jones somou 1,12% e o Nasdaq 0,22%.