Portugal conheceu esta segunda-feira o grupo de qualificação para o Campeonato do Mundo do Catar, que se realiza entre novembro e dezembro de 2022, num sorteio que contou com 55 seleções que ficaram divididas em dez grupos, cinco com seis equipas e outros tantos apenas com cinco equipas. A qualificação será mais rápida do que é habitual, com a fase de grupos a decorrer em dez jornadas durante oito meses (três no final de março, três no início de setembro, duas a meio de outubro e as últimas duas a meio de novembro), havendo depois o playoff dos últimos apuramentos em março de 2022, altura em que serão conhecidas as 13 seleções europeias na prova.

Dois oponentes recentes, uma seleção que lembra os tempos de Roy Keane e um selecionador de má memória: o raio-x aos adversários de Portugal

Entre várias condicionantes, quatro pontos a reter: 1) Bélgica, Espanha, Itália e França, que se qualificaram para a Final Four da Liga das Nações, estarão em grupos de cinco seleções; 2) por questões geopolíticas, Arménia e Azerbaijão, Gibraltar e Espanha, Kosovo e Bósnia, Kosovo e Sérvia, Kosovo e Rússia e Ucrânia e Rússia não poderiam ficar nos mesmos grupos; 3) só duas seleções entre Bielorrússia, Estónia, Ilhas Féroe, Finlândia, Islândia, Letónia, Lituânia, Noruega, Rússia e Ucrânia podem ficar no mesmo grupo, neste caso por causa do inverno e do frio; 4) Cazaquistão, Azerbaijão e Islândia não podem ficar no mesmo grupo pelo critério das viagens longas.

Com hotéis no interior, desmontáveis ou no meio de uma cidade nova: como são os oito estádios do Mundial de 2022

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Essas condicionantes acabaram por ter efeito direto no grupo de Portugal, com o Kosovo a calhar no grupo A onde já estava a Sérvia e a passar para o grupo B. Assim, a Seleção Nacional irá lutar pela qualificação com Sérvia, Rep. Irlanda, Luxemburgo e Azerbaijão, naquele que é um dos cinco grupos com apenas cinco equipas.

O sorteio, que contou com a presença do antigo médio holandês Rafael van der Vaart e o ex-campeão mundial italiano Daniele de Rossi (que aproveitaram para recordar também na cerimónia as memórias de Diego Armando Maradona, antigo astro argentino que morreu há duas semanas), apurou os seguintes grupos:

Grupo A: Portugal, Sérvia, Rep. Irlanda, Luxemburgo e Azerbaijão

Grupo B: Espanha, Suécia, Grécia, Geórgia e Kosovo

Grupo C: Itália, Suíça, Irlanda do Norte, Bulgária e Lituânia

Grupo D: França, Ucrânia, Finlândia, Bósnia e Cazaquistão

Grupo E: Bélgica, País de Gales, Rep. Checa, Bielorrússia e Estónia

Grupo F: Dinamarca, Áustria, Escócia, Israel, Ilhas Faroé e Moldávia

Grupo G: Países Baixos, Turquia, Noruega, Montenegro, Letónia e Gibraltar

Grupo H: Croácia, Eslováquia, Rússia, Eslovénia, Montenegro, Chipre e Liechtenstein

Grupo I: Inglaterra, Polónia, Hungria, Albânia, Andorra e São Marino

Grupo K: Alemanha, Roménia, Islândia, Macedónia do Norte, Arménia e Liechtenstein

“Se Portugal quer ser candidato a ser campeão do mundo, tem de passar”: a reação de Fernando Santos ao sorteio para o Mundial de 2022

Os potes para o sorteio de qualificação para o Campeonato do Mundo do Catar eram os seguintes:

Pote 1: França, Inglaterra, Portugal, Espanha, Itália, Croácia, Dinamarca, Alemanha, Países Baixos e Bélgica;

Pote 2: Suíça, País de Gales, Polónia, Suécia, Áustria, Ucrânia, Sérvia, Turquia, Eslováquia e Roménia;

Pote 3: Rússia, Hungria, Irlanda, Rep. Checa, Noruega, Irlanda do Norte, Islândia, Escócia, Grécia e Finlândia;

Pote 4: Bósnia, Eslovénia, Montenegro, Macedónia do Norte, Albânia, Bulgária, Israel, Bielorrússia, Geórgia e Luxemburgo;

Pote 5: Arménia, Chipre, Ilhas Faroé, Azerbaijão, Estónia, Kosovo, Cazaquistão, Lituânia, Letónia e Andorra;

Pote 6: Malta, Moldávia, Liechtenstein, Gibraltar e San Marino.