A Cupra organizou um evento no centro de formação Ciutat Esportiva Joan Gamper para que os jogadores do Barça, clube de que é parceira automóvel exclusiva, tivessem a oportunidade de personalizar o seu carro.

A iniciativa reuniu 19 futebolistas, incluindo os capitães Gerard Piqué e Sergio Busquets, as novas contratações Sergiño Dest e Miralem Pjanic, o médio holandês Frenkie de Jong e o guarda-redes Marc ter Stegen. À sua disposição estavam os quatro modelos da Cupra, que os jogadores puderam ver e configurar, definindo pessoalmente as versões que reflectem os seus gostos, num processo interactivo e passo a passo, com recurso às mesmas ferramentas digitais que a marca disponibiliza nos seus pontos de venda.

O guarda-redes do Barça, que é também embaixador global da Cupra, optou por trocar a motorização do seu Formentor, com a escolha a recair na nova versão híbrida plug-in de 245 cv. Segundo Marc ter Stegen, isso irá permitir-lhe “continuar a desfrutar de uma unidade desportiva, minimizando o impacto no ambiente”.

Cupra Formentor impressiona pelo estilo (e não só)

O Formentor, o primeiro modelo de raiz 100% Cupra, é o carro oficial do FC Barcelona e conquistou também a atenção de Sergio Busquets, Frenkie de Jong, Sergiño Dest ou Miralem Pjanic que, entre outras decisões, tiveram de escolher uma das sete motorizações com que o crossover é oferecido, sendo que os dois PHEV (com 204 ou 245 cv) vão chegar ao mercado ainda neste trimestre.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Clement Lenglet e Junior Firpo optaram pelo renovado Cupra Ateca, o SUV que protagonizou a autonomização da marca e que se encontra exclusivamente disponível com o 2.0 TSI de 300 cv, acoplado a uma caixa automática DSG de sete velocidades e tracção integral, alcançando os 0-100 km/h em 4,9 segundos.

Mas como o Leon é o bestseller da marca, não ficou esquecido neste “exercício” de personalização, até porque lhe coube fazer a entrada da Cupra nas mecânicas híbridas plug-in, quer na versão de cinco portas quer na carrinha, anunciando até 52 km de autonomia em modo exclusivamente eléctrico, de acordo com o ciclo WLTP.  Para já apenas disponível na versão e-Hybrid (1.4 de 150 cv associado a um motor eléctrico de 116 cv, alimentado por uma bateria de 13 kWh), o compacto desportivo espanhol verá a sua oferta de motores reforçada em breve com a adição de blocos a gasolina com 245, 300 e 310 cv – este último só na Sportstourer. O portefólio da marca desportiva que pertence ao grupo Seat será ainda alargado com a chegada do seu primeiro modelo 100% eléctrico, o Cupra el-Born, o “mano” do Volkswagen ID.3 mais virado para a performance.