A mulher do narcotraficante mexicano El Chapo, Emma Coronel Aispuro, foi detida no aeroporto internacional Dulles, na Virgínia, segundo fonte do Departamento de Justiça norte-americano. Em causa estarão acusações de tráfico de droga e o alegado auxílio à fuga de El Chapo da prisão de Altiplano, através de um túnel, em 2015.

Emma Coronel deverá ser ouvida em tribunal, esta terça-feira, por videoconferência. A cidadã com dupla nacionalidade, norte-americana e mexicana, está acusada de auxiliar a entrada de cocaína, metanfetaminas, heroína e marijuana nos Estados Unidos, noticiou o jornal The Guardian.

A acusação da mulher de 31 anos inclui não só o auxílio à fuga de Joaquín “El Chapo” Guzmán, em 2015, mas o planeamento de uma nova tentativa de fuga depois do narcotraficante ser preso em 2016 e antes de ser extraditado para os Estados Unidos, em 2017.

Tráfico de droga, violência e lavagem de dinheiro. Os crimes que podem condenar ‘El Chapo’ à prisão perpétua

Ao contrário das mulheres de outro narcotraficantes, Emma Coronel estava muito envolvida nos negócios do marido, acrescentou o jornal The New York Times. Mulher de El Chapo desde os 17 anos, esteve presente em praticamente todas as sessões do julgamento do marido, em 2019, quando este foi condenado a prisão perpétua.