1500. Este foi o ano em que, reza a História, Portugal — Pedro Álvares Cabral, para sermos mais precisos — descobriu o Brasil. Se foi acidental, quando os navios iam a caminho da Índia, mas acabaram por desviar a rota, ou propositado, está ainda por desvendar, havendo historiadores a apoiar ambas as teorias. O que é certo é que foi um acontecimento que marcou os Descobrimentos de Portugal. Desde então, o país e o Brasil mantêm uma forte relação. Seis séculos depois, a era é outra, mas ainda há muito para descobrir, numa aventura assente na cooperação. E é exatamente sobre isso que se vai falar no “Portugal descobrindo a Bahia do futuro”, um encontro de negócios que reunirá investidores, empresários e grandes operadoras de turismo e que pretende mostrar que a relação entre Portugal e Brasil ainda tem muito para oferecer.

Porquê a Bahia?

Foi na Bahia que nasceu o Brasil, mas esse não é o único motivo porque, centenas de anos depois, os descobridores do século XXI (ou devemos dizer investidores?) devem investir no maior estado da região Nordeste do Brasil. A Bahia está em constante desenvolvimento e possui o maior litoral de todos os estados brasileiros, tem uma grande riqueza de biomas e ganha especial destaque em vários setores de produção nacional, seja economia, agronegócio, energia (é um importante polo de desenvolvimento bioenergético), turismo e até indústria. E não vamos esquecer também a sua rica cultura, gastronomia e até o tão famoso Carnaval.

Outras vantagens incluem ainda o facto de este estado brasileiro ser o terceiro maior produtor de bens minerais do país, e de existirem voos regulares (e diretos, é sempre bom saber) de ligação entre Portugal e Salvador, a capital da Bahia, operados pela companhia aérea portuguesa TAP. Além disso, investir na Bahia é honrar a História que estes países partilham, ainda que separados por um oceano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta relação é confirmada por João Leão, vice-governador e secretário de planeamento da Bahia: “Com muita satisfação, viemos a Portugal mostrar o enorme potencial do estado da Bahia para investidores portugueses e reforçar as nossas relações com este país irmão. Nós já firmamos algumas parcerias de sucesso com empresários portugueses, mas temos a certeza de que estes exemplos podem se multiplicar e render muitos frutos”.

Marque na agenda:

Mostrar Esconder

Evento: Portugal descobrindo a Bahia do futuro
Dia:
 26 de outubro de 2021
Horas: das 9h às 17h
Local: Hotel Vila Galé Ópera, em Lisboa

Saiba mais e inscreva-se através do email eventos@mvueventos.com.br

Neste encontro vai falar-se de…

“Portugal descobrindo a Bahia do futuro”. O nome do encontro é também o seu mote, dando-nos algumas pistas sobre os temas que vão ser discutidos. Entre eles, incluem-se a internacionalização das relações comerciais, a promoção da Bahia enquanto destino turístico, a cooperação técnica no agronegócio e na atração de novos investimentos.

Para ter uma ideia ainda mais concreta daquilo que se vai falar, conheça a programação e os palestrantes do evento:

9h: Abertura oficial
– João Felipe de Souza Leão | Vice-governador da Bahia
– António Saraiva | Presidente da Confederação Empresarial de Portugal
– Jorge Rebelo de Almeida | Presidente do Grupo Vila Galé
– Marco Lessa | Presidente do Grupo M21 / MVU Eventos
– Jorge Alegria | Diretor da Revista País Econômico

9h30: Palestra de abertura: A Bahia é o Futuro – João Felipe de Souza Leão

10h: Palestra convidada: Vila Galé – 20 Anos de Brasil – Jorge Rebelo de Almeida

10h30: A Bahia do Turismo – Maurício Bacellar | Secretário do Turismo da Bahia

11h: A Bahia do Trabalho – Davidson Magalhães | Secretário do Trabalho e Esporte

11h30: A Bahia do Agronegócio – João Carlos Silva | Secretário de Agricultura

12h: Abertura para perguntas

12h30: Almoço temático: Portugal com o sabor da Bahia

No âmbito do Projeto Conexão Bahia Mundo – FIEB | CIN BA | Sebrae, pode ainda contar com um showroom, das 9h às 17h, com os melhores produtos típicos da Bahia, incluindo mais de 70 marcas de chocolate — sabia que, no Brasil, a Bahia é uma referência no fabrico de chocolate de qualidade? —, biscoitos de tapioca, cachaça baiana de alambique, café biológico, amêndoas de cacau e geleias. Todos eles com qualidade certificada para exportação.

Onde e quando?

A data é 26 de outubro (marque já na sua agenda) e o local será o salão do Hotel Vila Galé Ópera, em Lisboa. É neste dia e ponto de encontro que se vão reunir vários investidores, empresários dos mais variados setores e grandes operadoras de turismo com um objetivo em comum: o de dar a conhecer os incentivos, os atrativos naturais, as vantagens competitivas e as inúmeras oportunidades no agronegócio, infraestrutura, setor de energia, entre outros, que a Bahia tem para oferecer.
Inscreva-se através do email eventos@mvueventos.com.br. E, se quer mesmo ir, não espere muito tempo para reservar o seu lugar: os convites são limitados.