349kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Prepare-se para o mau tempo. IPMA prevê "rio atmosférico" para os próximos dias com "chuvas persistentemente fortes"

Um "rio atmosférico", fenómeno que se caracteriza pela influência de massa de ar tropical com elevado conteúdo em vapor de água, vai afetar Portugal continental. Chuvas serão persistentes e fortes.

Mau tempo, chuva, rio atmosférico
i

A chuva deverá chegar ao Minho e Douro Litoral a partir do meio da tarde de quinta-feira

Windy

A chuva deverá chegar ao Minho e Douro Litoral a partir do meio da tarde de quinta-feira

Windy

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Tire o guarda-chuva do armário: os próximos dias prometem fazer esquecer os dias soalheiros com temperaturas amenas que até aqui têm marcado o início de outono. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma descida das temperaturas máximas, vento forte do quadrante sul e “chuvas persistentemente fortes” no fim de semana, devido à “influência de uma massa de ar tropical com elevado conteúdo em vapor de água”, fenómeno a que se dá o nome de “rio atmosférico”.

Em comunicado atualizado esta terça-feira, o IPMA indica que a região litoral Norte e Centro será mais afetada já na próxima sexta-feira, enquanto os impactos “mais significativos” serão sentidos na região Centro e o Sul durante o fim de semana. “Existe, no entanto, ainda alguma incerteza em relação à localização das maiores quantidades de precipitação.”

Já esta quarta-feira o Instituto concretizou: a chuva vai regressar ao continente a partir da tarde de quinta-feira, prevendo-se também uma descida da temperatura, disse à Lusa Madalena Rodrigues, meteorologista do IPMA.

“Hoje [quarta-feira] será ainda um dia de céu pouco nublado ou limpo, vento em geral fraco e temperatura sem grandes variações significativas, mas a partir de amanhã [quinta-feira] à tarde começa a aumentar a nebulosidade e por vezes precipitação no Minho e Douro Litoral, estendendo-se depois às restantes regiões do Norte e Centro”, disse.

A chuva deverá chegar ao Minho e Douro Litoral a partir do meio da tarde de quinta-feira, depois estender-se-á gradualmente às restantes regiões Norte e Centro, e, a partir de sexta-feira, à região Sul, segundo a informação meteorológica.

De acordo com Madalena Rodrigues, na sexta-feira a chuva — que vai “manter-se pelo menos até ao fim do mês” —, que poderá ser por vezes forte e persistente, vai estender-se a todo o território do continente.

Para a semana entre 1 a 7 de novembro, o IPMA prevê ainda uma “anomalia positiva” nos valores da precipitação para todo o território continental “em especial para as regiões do Norte litoral”.

Relativamente às temperaturas, a meteorologista do IPMA indicou que está prevista uma descida gradual das máximas até sábado.

“Amanhã [quinta-feira] prevê-se uma pequena descida da [temperatura] máxima e na sexta-feira nova descida. A partir de sábado, as temperaturas não têm variação significativa. Hoje [quarta-feira] temos máximas da ordem dos 20/23 na região sul e Vale do Tejo e na sexta-feira nas mesmas regiões 20/21”, disse.

No que diz respeito às mínimas, Madalena Rodrigues adiantou que na quinta-feira descem ligeiramente e na sexta-feira sobem, prevendo-se 4/5 graus Celsius no interior e 16/17 nas restantes regiões.

Mau tempo, chuva, rio atmosférico

Chuva no Litoral Norte na quinta-feira

Windy

“Está também prevista uma intensificação do vento a partir de sexta-feira, soprando com rajadas e sendo forte nas terras altas”, referiu.

Quanto à agitação marítima, Madalena Rodrigues indicou que não se antevê que seja elevada, com ondas de 2/3 metros no máximo na Costa Ocidental.

A página está a demorar muito tempo.