817kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Namorado da Presidente eslovaca e marido do primeiro-ministro luxemburguês marcam presença no encontro entre as primeiras-damas com Letizia

Este artigo tem mais de 1 ano

Algumas primeiras-damas optaram por looks monocromáticos, mas a rainha de Espanha apostou em bolinhas. Mesmo assim, entre tantos vestidos, Juraj Rizman e Gauthier Destenay não passaram despercebidos.

5 fotos

Enquanto os líderes mundiais se reuniam na cimeira da NATO, a Rainha Letizia encontrava-se com as primeiras-damas, com o namorado da Presidente eslovaca, Juraj Rizman, e com o marido do primeiro-ministro luxemburguês, Gauthier Destenay, no Palácio Real de La Granja de San Ildefonso, a 60 quilómetros de Madrid. Houve, ainda, outras duas convidadas: Maisy e Finnegan Biden, as netas do casal Biden. 

As ameaças russas que fazem a NATO alinhar com Zelensky, a porta aberta a mais países e a tática “opaca” da China

Para esta ocasião, os vestidos foram a peça predileta, vários deles com estampados florais, tal como o de Jill Biden, assinado por Oscar de al Renta, como sublinhou o Daily Mail. Em tom pastel, Letizia elegeu as bolinhas e, de acordo com o ABC, a peça é da marca Laura Bernal. Mais destaques: Linda Rama, esposa do primeiro-ministro da Albânia, usou um comprido vestido branco, Annik Penders, primeira dama da Bélgica, apostou no vermelho e Begona Gomez, mulher de Pedro Sánchez, optou lilás.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A ida ao Museu Reina Sofia foi um dos pontos altos da excursão realizada esta quarta-feira e incluiu uma fotografia de grupo em frente à famosa pintura Guernica, de Pablo Picasso, que retrata o horror de um bombardeamento aéreo nazi na cidade basca durante a Guerra Civil Espanhola.

Queen Letizia Of Spain Hosts A Visit To The Reina Sofia Museum

A foto de grupo em frente à conhecida obra de Pablo Picasso "Guernica", exposta no Museu Reina Sofia em Madrid

Getty Images

E onde almoçaram? No restaurante NuBel, conhecido pelas tapas e ceviche de camarão.

Do puré de limão ao aperitivo de bacalhau e beterraba. Depois de um dia de decisões para uns e de passeio para outros, o que jantaram os líderes e os companheiros?

Mas este não foi o único momento lúdico de um dia de decisões importantes para a Aliança Atlântica: em locais separados, dentro do Museu do Prado, os 39 governantes e os 14 acompanhantes tiveram direito a um jantar de luxo.

Sob a batuta do chef José Andrés, a estrela da noite foi a costeleta de borrego cozinhada a baixa temperatura com puré de limão (o prato principal do jantar da NATO). Já a sobremesa, apelidada “Sabores de Madrid”, combinou anis de Chinchón, morango de Aranjuez, barquillo e caramelo de violeta.

Mas antes, foi servido um aperitivo de bacalhau, laranja e beterraba. Para entrada, os convidados provaram gaspacho de lavagante com legumes de verão aromatizado com manjericão e azeite virgem extra da variedade Arbequina.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos