805kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Jamie Foxx internado por causa de "complicações médicas"

Este artigo tem mais de 1 ano

Ator e música Jamie Foxx sofreu "complicações médicas" e foi internado, mas estará a recuperar. TMZ diz que se sentiu mal nas gravações de uma comédia para a Netflix. Está consciente.

Jamie Foxx ter-se-á sentido mal enquanto filmava a comédia romântica "Back in Action"
i

Jamie Foxx ter-se-á sentido mal enquanto filmava a comédia romântica "Back in Action"

AFP via Getty Images

Jamie Foxx ter-se-á sentido mal enquanto filmava a comédia romântica "Back in Action"

AFP via Getty Images

O ator e músico norte-americano Jamie Foxx foi internado esta quarta-feira por causa de uma “complicação médica”, anunciou a filha, Corinne Foxx, nas redes sociais. Numa breve mensagem deixada no Instagram na última madrugada, a atriz norte-americana explicou que “felizmente, devido à ação rápida e aos grandes cuidados prestados, já está a recuperar”.

Corinne Foxx não adiantou que complicações de saúde sofreu Jamie Foxx e pediu “privacidade” a toda a família. “Sabemos o quanto ele é amado e agradecemos as vossas orações. A família pede privacidade durante este momento”, escreveu a atriz na publicação, que até à meia-noite desta sexta-feira recolheu quase 24 mil “gostos”. Corinne bloqueou a possibilidade de os seguidores deixarem comentários na publicação.

De acordo com informações avançadas pela TMZ, Jamie Foxx ter-se-á sentido mal enquanto filmava a comédia romântica “Back in Action”, da Netflix, em Atlanta. Foi transportado de ambulância para o hospital e visitado pela família, mas estava consciente. As últimas informações é que está “muito melhor” e “já faz piadas com a família”, mas ficará internado por mais alguns dias.

Jamie Foxx, que venceu o Óscar de Melhor Ator Principal em 2005 pela interpretação de Ray Charles no filme “Ray”, é o nome artístico de Eric Marlon Bishop, 55 anos e natural de Terrell, estado norte-americano do Texas. O artista também é famoso por êxitos musicais como “Gold Digger” e “Slow Jamz”, ambos resultantes de parcerias com o músico Kanye West.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€ Apoiar

MELHOR PREÇO DO ANO

Ao doar poderá ter acesso a uma lista exclusiva de benefícios

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO