803kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Novo Stelvio eléctrico? Vai chegar em breve e com 1000 cv

O potente e ágil SUV da Alfa Romeo, que durante muito tempo foi o detentor do recorde da volta mais rápida no circuito de Nürburgring, vai ter um sucessor eléctrico com 1000 cv, de acordo com o CEO.

O CEO da Alfa Romeo, Jean-Philippe Imparato, tranquilizou os fãs da marca italiana em relação à situação do seu SUV topo de gama, o Stelvio. Não só o modelo que está no mercado desde 2016 vai ter direito a um substituto, como este será 100% eléctrico e vai elevar consideravelmente os 520 cv que a actual versão extrai do 2.9 V6 biturbo instalado no Quadrifoglio. De recordar que este modelo foi durante algum tempo o SUV mais rápido no traçado de alemão de Nürburgring, batendo os seus rivais germânicos.



PUB — Farto de pesquisas que não levam a lado nenhum? Vamos ajudá-lo a escolher o Alfa Romeo Stelvio perfeito para si


Referindo-se ao futuro Stelvio, Imparato garantiu que o modelo será construído sobre a nova plataforma da Stellantis STLA Large. Apesar desta arquitectura permitir dar origem a veículos eléctricos ou electrificados com motores de combustão (híbridos ou híbridos plug-in), no caso da próxima geração do SUV italiano apenas está prevista a versão a bateria. Simultaneamente, o CEO avançou com uma informação sobre a potência, garantindo que os actuais protótipos em fase de testes já dispõem de 954 cv.

LORENZO MARCINNO

Para a versão definitiva do próximo Stelvio, que contará com um sistema eléctrico a 800V, Imparato admite que o objectivo passa por conseguir “atingir 1000 cv”, embora reconheça que essa meta não constitui necessariamente “uma prioridade para os clientes ou para o construtor”. Ainda assim, em termos de imagem, a fasquia dos 1000 cv será certamente uma arma que os homens do Marketing da Alfa Romeo esgrimirão a toda a força, uma vez que isto fará com que o Stelvio eléctrico passe a assumir-se como o segundo SUV eléctrico mais potente do mercado, logo atrás dos 1200 cv do Model X Plaid.

Numa entrevista à Auto Express, Imparato assegurou que o Stelvio será capaz de recarregar a 270 kW, para reduzir o tempo perdido junto ao ponto de carregamento, tanto mais que a bateria deverá ter uma capacidade generosa, uma vez que o CEO refere-se a uma autonomia superior a 700 km mesmo nas versões mais simples, o que implica uma capacidade bem acima dos 100 kWh.

Curiosamente, se o próximo Stelvio, destinado a chegar ao mercado no Verão de 2025, será proposto apenas em versão eléctrica, o Giulia, concebido sobre o mesmo chassi, deverá oferecer uma versão eléctrica, mas também alternativas com motores de combustão. O Giulia a bateria está agendado para 2027, para as versões com motores de combustão começarem a surgir em 2026.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 99€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa