815kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Pixel 8a. O novo smartphone da Google tem muita inteligência artificial (mas é mais caro)

O Pixel 8a, o telemóvel mais barato da gama 8 da Google, terá um ecrã mais brilhante, mais capacidade de armazenamento e (muita) inteligência artificial. Custará 559€, mais 20€ do que o anterior.

Pixel 8a
i

O Pixel 8a, da Google, terá uma edição limitada na cor aloe

Direitos Reservados

O Pixel 8a, da Google, terá uma edição limitada na cor aloe

Direitos Reservados

Descrito como o telemóvel da ‘séria A’ da Google mais “duradouro” e “resistente” até à data, o Pixel 8a foi apresentado esta terça-feira, dia em que arranca o “período de pré-encomendas”. O novo smartphone chega às lojas a 14 de maio e estará disponível a partir de 559 euros, mais caro do que o 7a, cujo preço começava nos 539 euros quando se estreou em Portugal, no ano passado.

O Pixel 8a, que ficará disponível em quatro cores (obsidiana, porcelana, azul baía e aloe, naquela que é edição limitada, a do muito verde), é construído com o processador Tensor G3, o mesmo que é utilizado nos modelos Pixel 8 e 8 Pro, que foram apresentados e chegaram ao mercado português em outubro. A Google indica que o novo telemóvel “funciona com o chip de segurança certificado Titan M2 para proteção adicional, tornando-o ainda mais resiliente contra ameaças”.

O smartphone mais barato da gama 8 dos Pixel está também equipado, como acontece com os outros modelos, com ferramentas que utilizam inteligência artificial. É o caso do “best take”, que permite que as fotografias de grupo sejam alteradas para utilizar as melhores expressões faciais de cada um dos participantes; do “magic editor” que permite editar ou realinhar o posicionamento de determinados objetos nas imagens; e da “borracha mágica” que permite apagar sons indesejados, como o do vento, em vídeos.

Pixel 8a Pixel 8a Pixel 8a Pixel 8a

O smartphone Pixel 8a nas quatro cores em que está disponível

Direitos Reservados

Com o ‘apoio’ da inteligência artificial chegam também ao Pixel 8a a funcionalidade “circle do search” — que possibilita que os utilizadores desenhem um círculo no ecrã junto a um objeto que lhes tenha suscitado curiosidade para receberem resultados de pesquisa — e a possibilidade de “enviar mensagens em vários idiomas com a tradução instantânea”.

A Google detalha que o novo smartphone tem um ecrã Actua que é “40% mais brilhante” do que o do Pixel 7a e uma taxa de atualização “mais rápida de 120 Hertz”, que compara com a de 90 Hz do modelo anterior. “Pela primeira vez”, existe também a opção de “maior capacidade de armazenamento, de 256 Gigabytes”.

Google vai ter mais uma forma de pesquisar: basta desenhar um círculo à volta do que interessa

A bateria do Pixel 8a terá uma autonomia que alega ser superior a 24 horas, mas com o modo “poupança extrema” ativado poderá chegar até às 72 horas. Quanto às câmaras fotográficas, a Google diz que o novo smartphone “apresenta uma câmara dupla poderosa com um lente principal de 64 megapixels e uma lente ultra grande angular de 13 megapixels”, tendo ainda “uma câmara frontal de 13 megapixels”.

Tal como o Pixel 8 e o Pixel 8 Pro, o 8a terá sete anos de atualizações de sistema operativo e de segurança. Inicialmente, durante uma conversa com a imprensa acerca do lançamento, foi levantada a possibilidade de o telemóvel ter, em todos os países, incluindo Portugal, uma VPN integrada (sem custos adicionais), uma vez que esse recurso no Google One vai ser descontinuado a partir de 10 de junho. Mais tarde, porém, a tecnológica esclareceu que a VPN só ficará disponível num número limitado de mercados, não incluindo o português.

Google lança novos smartphones Pixel, que chegam pela primeira vez a Portugal

Questionada pelos jornalistas, à margem do lançamento do novo telemóvel, sobre as vendas dos Pixel 7a, 8 e 8 Pro em Portugal, desde que ficaram disponíveis no país, a Google optou por não fazer comentários. O mesmo aconteceu quando foram levantadas questões acerca de uma possível redução do preço do Pixel 7a ou até de uma eventual retirada do mercado face à chegada do 8a.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos