819kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Alberto Oculista. 40 anos de impacto visual

Em 1984, Alberto Caires abriu a primeira loja em nome próprio, no centro do Funchal. Daí até aos nossos dias, fez crescer a sua marca aquém e além-fronteiras. Nesse período, muito aconteceu.

Há uma célebre canção de um artista brasileiro que começa com a frase: “Tudo começou há um tempo atrás na ilha do sol.” Ora, a ilha do sol podia bem ser a Madeira – tendo em conta a meteorologia favorável do arquipélago –, e “tudo” a história da Alberto Oculista, uma marca nascida no coração do Funchal que se transformou, nas últimas quatro décadas, numa das chancelas de cuidados de visão mais conceituadas a nível nacional.

Tudo começou, de facto, há um tempo atrás – mais concretamente há 40 anos, em 1984, o ano em que Alberto Caires, madeirense que trabalhava desde tenra idade numa ótica do Funchal, se decidiu aventurar por conta própria e abrir uma pequena loja no número 41 de uma das ruas comerciais mais movimentadas da capital madeirense, a Rua Dr. Fernão Ornelas.

A experiência acumulada e a capacidade empreendedora de Alberto Caires fizeram com que o negócio crescesse naturalmente a partir daquele pequeno espaço, tornando-o pequeno para albergar as suas ambições. Numa fase inicial, esse crescimento aconteceu dentro da ilha da Madeira. A primeira loja fora do Funchal abriu na vila da Ribeira Brava, logo no início da década de 90, em 1991, e no ano seguinte foi a vez de Machico, no extremo leste da ilha, receber uma loja Alberto Oculista.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A economia e as infraestruturas do país transformaram-se ao longo da década de 90, em grande parte devido à injeção de fundos europeus. Essa transformação também foi visível na Madeira, com a construção de estradas e túneis que encurtaram as distâncias e mudaram os hábitos dos madeirenses.

Ao mesmo tempo, foram-se copiando no arquipélago algumas rotinas continentais, como as idas aos centros comerciais. Assim, em 1998, a Alberto Oculista chegou àquele que era, à época, o maior centro comercial da Madeira, o Marina Shopping. E com uma loja que também era a maior do grupo até então – que já se expandira, entretanto até às oito lojas. Três anos depois, em 2001, abriria novo centro comercial, o Madeira Shopping, com nova loja Alberto Oculistas.

Nos primeiros anos do novo milénio continuou a toada de expansão da marca. Isto aconteceu já com a participação ativa da segunda geração – Miguel e Cátia Caires, os filhos do fundador –  na gestão da empresa. Surgiram, então, novas lojas, um pouco por toda a ilha da Madeira, de Santa Cruz a Câmara de Lobos.

Miguel Caires, CEO da Alberto Oculista

Já na década seguinte, em 2011, a marca deu um novo passo de gigante, atravessando o pedaço de Atlântico que separa a Madeira do continente: abriu a primeira loja em Portugal Continental, no Algarve, a que se juntariam uma dezena de outras na região, primeiro, e outras, um pouco por todo o país, ao longo dos anos seguintes. Em 2012, a cobertura da Alberto Oculista tornou-se verdadeiramente nacional com a chegada à região autónoma dos Açores.

Nos últimos dez anos, a Alberto Oculista continuou a evoluir em vários campos: inovação tecnológica, conceito de loja e notoriedade da marca. Para tal, firmou parcerias com diversos embaixadores a nível nacional e internacional, casos de Fernando Santos, à época selecionador nacional de futebol, e a atriz brasileira Juliana Paes com quem viria a desenvolver uma coleção exclusiva – Juliana Paes Eyewear Collection – para os mercados de Portugal e Brasil, bem como um serviço único e exclusivo da marca: os óculos 100% à medida.

Juliana Paes, campanha óculos 100% à medida

2017 foi outro ano muito importante para a história da marca: o bairro de Salamanca, em Madrid, recebeu a primeira loja Alberto Oculista além-fronteiras. A cerimónia que marcou a internacionalização da empresa aconteceu com as presenças dos Presidentes do Governo Regional da Madeira e da Câmara Municipal do Funchal.

Já em 2021, o Grupo Alberto Oculista adquiriu 34 lojas Opticenter, tornando a sua presença a nível nacional ainda mais massiva. Mais recentemente, em 2023, a modelo e atriz Margarida Corceiro juntou-se ao leque de embaixadores da marca.

Dia 16 de maio de 2024, estes 40 anos de marcos e conquistas do grupo foram celebrados numa grande festa, precisamente na cidade onde tudo começou, o Funchal.

Resta-nos perguntar: o que se segue?

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos