Está a circular nas redes sociais uma entrevista com um suposto cardiologista português, Carlos José dos Santos, de 85 anos, que dá a conhecer a sua técnica para limpar os vasos sanguíneos. Quando é partilhado no Facebook, o artigo, que não tem qualquer base científica, aparece com o título “Lembre-se de que a pressão alta é fácil de normalizar”. Mas todo o conteúdo é falso. O homem que aparece na imagem como sendo o renomado médico português, que “é odiado pelo Fundo de Pensões”, é um advogado russo. E o artigo tem como objetivo promover um produto para a pressão arterial.

“De acordo com o idoso, o segredo da longevidade são os vasos sanguíneos. Se estes estão limpos e saudáveis, você pode facilmente viver até 120 anos de idade ou até mais, sentindo-se completamente saudável. Até agora, o ex-cardiologista confirma estas declarações com o seu próprio exemplo. Nosso correspondente conseguiu entrevistar Carlos José dos Santos. O idoso falou em pormenores da sua técnica para limpar os vasos e prolongar a vida”, lê-se no artigo.

Nas primeiras quatro perguntas da entrevista, os autores tentam que esta ganhe credibilidade ao falar sobre a limpeza de vasos sanguíneos, doenças associadas aos vasos sujos e sintomas. Só depois surge uma questão sobre “o segredo para limpar” esses vasos. “[…] há pouco os meus colegas do Instituto de Cardiologia de Lisboa criaram um medicamento muito bom e barato, projetado para limpar os vasos sanguíneos”. E é a partir daqui que aparece a publicidade ao produto, com resultados de testes, fotografias, formas de o obter e a possibilidade de o encomendar diretamente.

Ora, basta uma pesquisa rápida na internet para confirmar que não existe nenhum Instituto de Cardiologia de Lisboa, pelo que essa informação é falsa.

Além disso, também não há registos de nenhum cardiologista português, “inventor, professor, vencedor de muitos prémios nacionais”, chamado Carlos José dos Santos, de 85 anos. Quanto ao homem que surge na “foto do arquivo pessoal de Carlos José dos Santos”, trata-se, na verdade, de um conhecido advogado russo, de 81 anos, que trabalhou em vários processos complexos envolvendo políticos. Em tempos, Henri Reznik foi citado pelo Telegraph num texto sobre Staline. Há também várias fotografias na Getty Images que identificam que o homem na fotografia é o advogado russo Henri Reznik.

Fotografia tirada para a Getty Images por Sergei Bobylev (TASS) a 18 de março de 2019. Henri Reznik foi fotografado num evento de caridade na Escola do Sonho Moderno em Moscovo, nas celebrações do Purim, uma festa judaica.

Por outro lado, no endereço do artigo, o site é “saudesua.webflow.io”, que não tem mais nenhum conteúdo além da referida entrevista. Se clicar nos vários separadores (Vídeos, Fotos, Transmissões, Serviços, Em Direto), o utilizador não sai da mesma página, pois vai sempre parar à zona de encomendas do produto, que se encontra à venda com um desconto (de 78 para 39 euros). E também não existe nenhum site registado como “saúde sua”.

No final do texto, é deixada a recomendação para fazer “um curso de tratamento a cada 1 ou 2 anos. Isto é especialmente importante para as pessoas mais velhas”. Apesar de ser falso, o texto teve mais de 20 mil visualizações nas últimas 24 horas de utilizadores do Facebook em Portugal.

Conclusão

É falso que exista um cardiologista português, chamado Carlos José dos Santos, de 85 anos, odiado pelo Fundo de Pensões. Toda a entrevista é falsa e tem fins comerciais. A fotografia corresponde a um advogado russo (Henri Reznik) e não a qualquer cardiologista português. O instituto citado também não existe.

Assim, de acordo com o sistema de classificação do Observador, este conteúdo é:

Errado

De acordo com o sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge