Circula nas redes sociais uma alegada mensagem do banco — sem referir de que banco se trata — em que é dada uma suposta “dica muito útil” para evitar ser burlado quando se está a levantar dinheiro no multibanco. Segundo o autor da publicação, carregar no botão cancelar antes de inserir o cartão vai fazer com que “automaticamente” seja cancelada toda e qualquer “manobra programada” por “ladrões”, como “roubar” o PIN  do cartão. Só que estas “informações são falsas”, afirma sem hesitar a SIBS, a entidade gestora da rede Multibanco, numa resposta enviada por escrito ao Observador.

A publicação já tem mais de 14 mil partilhas

A técnica referida “não tem qualquer efeito na Rede de Caixas Automáticos Multibanco” espalhada pelo país, informa a SIBS. Mais: esta plataforma afirma mesmo que não tem conhecimento de que esta suposta técnica exista sequer noutro país.

A SIBS não tem informação sobre a implementação desta técnica em qualquer país europeu ou de qualquer outro continente”, informa esta entidade ao Observador.

Esta publicação, que já foi partilhada mais de 14 mil vezes, acaba por levar os utilizadores a acreditar que esta técnica funciona mesmo — como se depreende pelos comentários e pelo número bastante elevado de partilhas. Isso gera uma falsa sensação de segurança que pode fazer com que os utilizadores não tomem outras medidas, como contactar de imediato o banco em caso de suspeita de burla ou roubo de PIN.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A SIBS dá alguns exemplos de práticas que os utilizadores de cartões bancários devem seguir para evitar cair em burlas:

  1. Guardar “sempre o cartão num local seguro, de forma que não fique visível e não seja de fácil acesso a terceiros”;
  2. “Nunca, em circunstância alguma, divulgar o PIN”;
  3. Destruir o envelope com o PIN, ou no caso de pretender guardar, não deixar “em lugar visível e/ou facilmente acessível”;
  4. Não “escrever o PIN no próprio cartão, nem em qualquer outro documento”;
  5. Em caso de alteração de PIN, não utilizar “dígitos de fácil apropriação”, como o ano de nascimento;
  6. Conferir “regularmente os movimentos do cartão”;
  7. E, no caso de haver movimentos que não realizou, entrar “em contacto com o seu banco”.

Seguir estas indicações estas indicações funciona como mais uma garantia de segurança. Como se percebe, pressionar a tecla de “cancelar” antes de iniciar a sua operação não se encontra em nenhum dos pontos da lista apresentada pela SIBS.

Conclusão

Publicação afirma que carregar no botão cancelar antes de inserir o cartão vai fazer com que “automaticamente” seja cancelada qualquer tentativa de burla ou de roubo do PIN. Só que a técnica referida não tem qualquer efeito na rede de multibanco em Portugal, nem existe noutro país.

Assim, segundo a classificação do Observador, este conteúdo é:

ERRADO

No sistema de classificação do Facebook este conteúdo é:

FALSO: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Nota: este conteúdo foi selecionado pelo Observador no âmbito de uma parceria de fact checking com o Facebook.

IFCN Badge