814kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Miguel Vargas

Convidado

Artigos publicados

Arrendamento

Revolucionando a caução no arrendamento

Com o discurso sobre imobiliário saturado, espero desenjoar um pouco e trazer ao leitor um conceito não utilizado em Portugal e que pode facilitar – acredito eu em muito – a vida dos portugueses.
Comunismo

Conseguiram, camaradas!

O planeamento centralizado, a falta de incentivos, o excesso de propriedade estatal, a dependência de ajudas externas, a má alocação de recursos e a ineficiência levaram ao colapso económico de Cuba.
Noruega

A Noruega como exemplo

Esquecemo-nos com frequência de que a Noruega pré industrial era um país bastante mais pobre e irrelevante do que Portugal.
Legislativas 2024

O perigo dos descontentes

O que mudou, foi que neste momento acabou o período esquerda vs. direita e começou o período descontentes vs. status quo.
Política

Não gosto de Política

Mesmo imperfeita, a política, serve como a força indispensável para nos impulsionar em direção a um futuro mais justo, inclusivo e equitativo.
Racismo

União na Diversidade: Estratégias anti-racistas

O racismo e xenofobia, representam um desafio significativo para o liberalismo na medida em que corroem os valores fundamentais de uma sociedade liberal.
Eleições

Liberdade, esperança e futuro

Suspeitas de corrupção, caos no SNS, na Educação, na Habitação, anemia económica... E a solução seria votar em mais do mesmo?
Socialismo

Nove euros por uma sandes

Ao contrário do que nos diz o PS, diminuir a pobreza e aumentar a igualdade não são a mesma coisa. Por este caminho, avançamos para uma Cuba europeia, em que somos todos iguais, mas todos paupérrimos.
Habitação e Urbanismo

A habitação precisa de Eduardo Cabrita

No que se refere ao aluguer geral, Lisboa é, hoje em dia, mais cara para viver que Madrid. Mas será mais cara que Londres ou Nova York? Parece-me que ainda não.
Arrendamento

Programa Menos Habitação

Todos sabemos que este bloqueio de rendas se pode tornar eterno. Para quê investir? Construir para arrendar é há muito um negócio ruinoso em Portugal. Comprar para arrendar passou a sê-lo igualmente.
PS

A morte anunciada do Partido Socialista

Ascenso acredita que a IL é “nada”. E o que é o PS? É tudo. É sobretudo depositar a culpa de todos os problemas nacionais nas crises externas, como se os outros países estivessem noutro planeta.
Câmara Municipal Lisboa

O problema do património público

A solução não passa por ter o Estado a construir. O Estado não o sabe fazer. Também não é via programas de arrendamento acessível, meros exercícios de futilidade pela sua quase irrelevante dimensão.
Câmara Municipal Lisboa

Fiscalização sim, licenciamento não

E se a CML abdicar do licenciamento e adoptar uma postura de fiscalização intensiva? Ao definir o que pode ser construído, todo o processo se pode transformar numa mera comunicação prévia à autarquia.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos