Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

No meio da polémica sobre as referências à corrupção, as recomendações da ‘Economic Survey’ da OCDE publicada esta semana infelizmente receberam pouca atenção no debate público. Entre várias outras propostas reformistas de grande interesse, na área específica da educação a OCDE propõe a Portugal:

expandir programas de formação profissional como os cursos de aprendizagem e os cursos de educação e formação de adultos, para que possam beneficiar um número maior da população menos qualificada; e

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.