Logo Observador
Vistos Gold

Turcos receberam quase tantos vistos gold em dois meses como em 2016

Desde o início do ano que o interesse dos turcos por Portugal tem aumentado. Em dois meses foram atribuídos quase tantos vistos gold como durante o ano inteiro de 2016.

Getty Images

Durante os meses de janeiro e fevereiro de 2017 o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) já concedeu 13 autorizações para investimento a cidadão turcos, quase tantos como os que foram concedidos em 2016 (15), segundo avança o Diário de Notícias (DN).

No total, o SEF atribuiu 42 vistos gold a cidadãos de nacionalidade turca desde o início do programa, sendo que 28 desses vistos foram concedidos entre o verão de 2016 e os meses de janeiro e fevereiro de 2017. A maior causa deste aumento de interesse, por parte da Turquia, em Portugal deve-se à crise política que o povo turco enfrenta e ao referendo de Erdogan que vai levar a uma revisão constitucional para aumentar os seus próprios poderes.

Patrícia Viana, sócia corresponsável pela área imobiliária da Abreu Advogados, que tem estado a tratar de alguns pedidos de entrada em Portugal através dos visto gold, em declarações prestadas ao DN, considera que “os turcos não só estão a pedir mais vistos gold como também estão a recorrer mais ao investimento imobiliário em Portugal puro e simples”.

Em contraste a este aumento, os vistos gold passados a cidadão chineses – a maior parcela do total de vistos atribuídos – tem vindo a abrandar. Desde o início do programa foram atribuídas 3207 autorizações a chineses. “Desde o final do ano passado que é notório o abrandamento de pedidos de vistos gold por parte da comunidade chinesa, que nos últimos anos foi, e continua a ser, a grande impulsionadora deste tipo de vistos”, explicou ao DN Tiago Magalhães, advogado da CMS Rui Pena & Arnaut.

Tiago Magalhães acrescentou ainda que, apesar do interesse por parte da comunidade chinesa ainda ser notório, tem-se mesmo notado um aumento do interesse por parte da Turquia e dos cidadão árabes, que acabam por ver Portugal como “um porto de abrigo, caso venha a tornar-se necessário, e, claro, uma janela de oportunidades” conclui o advogado.

Em janeiro de 2017 foram concedidos 4202 vistos gold a estrangeiros, tendo sido os chineses e os brasileiros as principais nacionalidades a obter uma Autorização de Residência para Atividade de Investimento.

Concedidos 4.202 vistos gold. Chineses e brasileiros são principais nacionalidades

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mrodrigues@observador.pt
Terrorismo

A enorme minoria

Bernardo Sacadura

É difícil continuar a sustentar que é apenas uma minoria islâmica irrelevante a que defende os atentados terroristas. A atuação destas células também não seria possível se não tivessem cúmplices.