Logo Observador
Natureza

Fotogaleria. Grande Barreira de Coral australiana está a desaparecer

230

Uma nova avaliação científica comprovou que a grande barreira de coral australiana pode estar em "fase terminal". Pelo menos dois terços da reserva de corais, única no mundo, já desapareceram.

Um novo estudo realizado por um grupo de cientistas comprovou o que já se temia: a grande barreira de coral australiana está a extinguir-se a um ritmo sem precedentes. Pelo menos dois terços desta reserva, única no mundo, já desapareceram para sempre.

Considerado uma das sete maravilhas naturais da humanidade, este recife de coral está prestes a desaparecer, pelo menos a cor que tanto caracteriza este espaço único no planeta. De acordo com a BBC, cerca de 1.500 quilómetros da grande barreira já se perderam para sempre e teme-se que as alterações climáticas provoquem ainda mais danos na longa faixa.

O branqueamento dos corais acontece quando os corais sob pressão (provocado pelo aquecimento da água) expulsam as algas zooxanthellae – responsáveis pela pigmentação dos corais. À BBC, o professor Terry Hughes, da James Cook Univesity, apelou aos governos para resolverem, de forma urgente, esta situação:

Desde 1998 já vimos quatros situações destas, com a distância entre eles a variar de forma substancial, mas esta é a diferença mais curta a que já assistimos.”

Contudo, ainda há esperança. De acordo com os resultados da nova avaliação, a situação é grave, mas pode ser recuperável. No entanto pode levar décadas e, se nada se fizer, a situação pode ser mesmo irreversível. Consulte a fotogaleria para conhecer uma das sete maravilhas naturais da humanidade e pode vir a desaparecer num futuro próximo.

Esta imensa faixa de corais pode ser vista do espaço e é a maior estrutura do mundo feita unicamente por organismos vivos. Um documentário da National Geographic, em 2009, registava a Grande Barreira do Coral desta forma:

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Governo

Dar-se ao respeito

Alexandre Homem Cristo

É arrasadora a indiferença dos partidos aos critérios éticos. Mas alguém se importa? O facto de as recentes eleições de Ricardo Rodrigues e António Gameiro mal terem sido notícia é esclarecedor.