Smartwatch

Tecnologia no pulso por menos de 50 euros

164

Os relógios e pulseiras inteligentes são uma ótima ajuda para várias atividades do dia-a-dia, mas podem custar algumas centenas. Deixamos 6 alternativas mais baratas e com algumas das mesmas funções.

HENRIQUE CASINHAS / OBSERVADOR

Samsung, Apple, LG… Estas são algumas das marcas mais conhecidas no mundo que alargaram a sua gama de produtos com uns quantos smartwatches e smartbands/smartbracelets. Aparelhos que, apesar de muito bonitos e inteligentes, tendem a custar algumas centenas de euros.

Não é para todos os bolsos e, por outro lado, para algumas pessoas um equipamento mais simples pode ser suficiente. Há algumas alternativas mais baratas em lojas de e-commerce. Testámos três relógios e três pulseiras inteligentes que, estando longe de serem a mesma coisa, conseguem executar boa parte das funções dos equipamentos mais caros, das grandes marcas.

V07 – discreta, barata e funcional

Este é, dos seis equipamentos que testámos, o mais barato de todos. E não é por ser tão barata que esta smartband se torna menos capaz. Este pequeno gadget é capaz de fazer a contagem de passos durante o dia (e calcula as calorias queimadas), mede o ritmo cardíaco e a pressão arterial, monitoriza o sono e é possível programar alarmes (através da app para o telemóvel) para ser acordado ou alertado com uma vibração da pulseira.

Como está ligado ao smartphone através da tecnologia bluetooth, avisa sempre que receber uma notificação, como uma chamada ou uma mensagem SMS, Whatsapp, Instagram, etc. Os utilizadores de smartphones iOS podem, contudo, sentir falta das notificações do Facebook Messenger, que estão disponíveis noutros equipamentos.

A sensação no pulso é bastante agradável e discreta. A navegação entre os vários menus é feita com um “botão” touch que está no extremo inferior do ecrã. Como é feita de borracha, a pulseira tem uma boa resistência à água e ao suor mas não aconselhamos que a leve a nadar ou para tomar banho. É possível, ainda, definir se quer ver a informação na vertical ou na horizontal — as notificações aparecem sempre na horizontal.

A bateria aguenta entre duas a três semanas e carrega em menos de duas horas. Com a aplicação HBand (Android e iOS) pode analisar todos os valores recolhidos pela smartband. É importante referir que deve dar permissão à aplicação para poder continuar a correr em segundo plano, caso contrário os smartphones Android vão desligar frequentemente a ligação entre os dois equipamentos.

Preço: 17,99 euros na GearBest.

Xiaomi Mi Band 2 – A famosa do conjunto

Feita por uma das maiores marcas chinesas, a Xiaomi, a Mi Band 2 é uma das pulseiras low cost mais vendidas. Conta com, praticamente, os mesmos sensores e capacidades que a pulseira anterior: contagem de passos e calorias, sensor para medir o ritmo cardíaco, monitorização automática do sono, alarme por vibração e alerta de notificações. Uma diferença significativa é que a Mi Band permite apenas escolher um máximo de cinco aplicações (além da chamadas) para emitir um alerta vibratório.

A smartband é, na realidade, apenas a peça central — pode ser destacada da pulseira e ser levada no bolso quando vai correr, em vez de ir no pulso. Conta com uma proteção IP 67, o que a torna mais resistente à água e a poeiras quando comparada com o modelo acima.

A principal limitação desta versão da Mi Band é que, quando surge uma notificação, não aparece o nome da pessoa que está a querer falar-lhe — apenas o símbolo da aplicação em questão. É algo que pode ser um pouco frustrante, já que outras pulseiras permitem ver quem é que está a contactar.

Os controlos são feitos através do pequeno circulo touch na zona inferior e a bateria aguenta três semanas sem grandes problemas. A aplicação Mi Fit (Android e iOS) é muito simples de configurar e é muito completa na informação que apresenta.

Preço: 19,98 euros na GearBest.

Mpow ID107 HR – Outra opção, que mostra quem lhe quer falar

Apesar de ter muitas semelhanças com a primeira pulseira, a Mpow tem um pouco mais de atenção aos detalhes e à qualidade de construção. A borracha da bracelete é mais trabalhada, com frisos que lhe dão um ar elegante, um botão lateral para ligar e desligar o ecrã e o botão frontal touch identificado com um círculo discreto. Esta smartband tem monitor de ritmo cardíaco, função de alarme por vibração, monitorização do sono e contador de passos e calorias.

A bateria não será um problema, visto que estes equipamentos aguentam várias semanas sem serem carregados (neste caso, cerca de duas, três semanas) mas, quanto à contagem de passos, houve aqui algo que falhou. A pulseira não parece ser muito eficaz, contudo, na contagem de passos. Até chegámos a constatar uma intrigante diminuição do número total indicado.

Esta smartband é um pouco mais cara do que as outras duas. Mas o investimento adicional poderá valer a pena pelo facto de ser capaz de identificar quem o está a tentar contactar em qualquer plataforma. Faz muita diferença: vai poder correr ou caminhar e, com uma vibração gentil mas eficaz, ficar a saber quem está a contactá-lo (e espreitar o conteúdo da mensagem) — e só aí decidir se é importante ir ao smartphone ou não.

Se não tiver sono muito pesado e quiser experimentar acordar com ela (sem incomodar quem estiver a dormir ao lado), o alarme de vibração é o melhor entre as três smartbands testadas: insistente e eficaz.

Preço: Cerca de 27 euros na Amazon.

KingWear KW18 – Um relógio e um smartphone (mais ou menos)

Se quiser um pouco mais de funções do que uma bracelete inteligente, experimente uma das opções low cost na área dos smartwatch. O KingWear tem boa aparência, simples e não pesa muito. As funcionalidades conseguem cobrir, também, o básico destes equipamentos: medição do ritmo cardíaco, análise do sono, contagem de passos (apenas quando o utilizador quiser).

Uma vantagem é que pode colocar um cartão SIM e sair de casa sem o telemóvel junto a si — funciona, para o básico. A principal limitação é a bateria já que aguenta menos de um dia.

O ecrã é de 1,3 polegadas e não se porta nada mal quando em contacto com luz solar direta. A contagem de passos não é constante, funciona apenas quando o utilizador decide ligar a funcionalidade, sendo mais adequada para determinar quanto tempo corre ou anda e não quantos passos deu ao longo do dia.

A interface é um pouco básica e não é, de todo, a experiência mais agradável. As notificações indicam apenas a aplicação e a mensagem – não é possível responder diretamente em nenhum caso. Algo que se torna um pouco irritante neste equipamento é que, automaticamente, o áudio dos smartphones Android vai ser direcionado para o relógio, fazendo com que, ao atender uma chamada, o utilizador tenha de ter a atenção de desligar a transferência bluetooth.

A aplicação pode ser descarregada através de um código QR que está no menu do smartwatch.

Preço: 45,63 euros na GearBest. Recomendamos que utilize o método Priority Line para evitar que a encomenda pare na alfandega.

NO. 1 G3+ – Um “Samsung” muito mais barato e básico

Este é, sem dúvida alguma, um smartwatch que foi inspirado no Gear S2 da gigante Samsung. O aro giratório em torno do ecrã e a skin utilizada neste relógio é, em tudo, uma cópia do sistema Tizen utilizado pela gigante sul-coreana. Inclui a monitorização dos passos apenas para quando o utilizador quiser, consegue monitorizar o sono, medir o ritmo cardíaco, resiste à água (mas não para nadar ou tomar banho). A bateria aguenta um dia sem grandes problemas.

O tema utilizado não é o mais funcional e o aro não funciona de forma tão suave como era suposto, mas nada que atrapalhe a utilização. Permite atender chamadas diretamente no relógio mas, quando decidir atender no smartphone deve ter a atenção de desligar o reencaminhamento do som, senão vai estar tudo a ser direcionado para o relógio. A zona inferior do ecrã, por vezes, não reconhece muito bem o dedo.

A aplicação requer, no caso dos smartphone Android, algumas permissões para que não seja afetada pela gestão de energia do equipamento. O material utilizado é confortável no pulso e alguns temas que pode escolher são cópias idênticas daqueles utilizados pela Samsung.

Preço: 50,20 euros na GearBest. Recomendamos que utilize o método Priority Line para evitar que a encomenda pare na alfandega.

NO. 1 D5 – Um Android clássico

Custa um pouco mais de 50 euros (a menos que se apanhe uma boa promoção), mas decidimos incluir este modelo porque alguns leitores poderão preferir um modelo mais clássico, sem ultrapassar muito o nosso limite. Tem uma bracelete a imitar pele e o corpo do relógio é metálico, dando um ar mais premium ao equipamento. Conta com um monitor de passos, leitor de ritmo cardíaco, Wi-Fi, GPS, monitor de desporto, capacidade para um cartão SIM e corre o sistema operativo Android 4.4 (KitKat) – o que significa que tem acesso à Play Store para instalar qualquer aplicação.

Pode, por exemplo, instalar a sua aplicação de gMail e responder a um e-mail urgente com um pequeno teclado digital cuja eficácia surpreende pela positiva.

A bateria podia ser melhor, até porque mal se aguenta um dia inteiro, mas pode ser por causa de correr um sistema não otimizado para um relógio. Com um cartão SIM colocado é possível deixar o smartphone em casa e levar tudo no pulso. No entanto, a experiência é bastante limitada e as chamadas não têm muita qualidade de áudio. O ecrã é bastante bom e terá a possibilidade de criar um relógio com uma foto sua como papel de parede.

Com este smartwatch tivemos alguns problemas em ligar ao iOS, por vezes parece que a conexão está estabelecida mas, na verdade, não existe troca de informação. É preciso verificar, no relógio, no menu Watch Helper, se no separador iOS aparece alguma ligação estabelecida para garantir que recebe todas as notificações.

Preço: Último preço que vimos foi 71,19 euros, na GearBest. Recomendamos que utilize o método Priority Line para evitar que a encomenda pare na alfandega.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site