Honda

Civic Type R “garantidamente abaixo de 50.000€”

5,7 segundos nos 0-100 km/h, para uma velocidade máxima de 272 km/h. Eis os predicados do novo Honda Civic Type R - o tracção dianteira mais rápido no Nürburgring. A má notícia? Vai ser mais caro.

Autor
  • Francisco António

A Honda acaba de divulgar alguns dos números de maior impacto relativos ao futuro Civic Type R, a versão mais desportiva do popular familiar compacto nipónico. Entre estes, destaque natural para uma capacidade de aceleração dos 0 aos 100 km/h em 5,7 segundos, a par de uma velocidade máxima anunciada de 272 km/h.

Equipado com uma nova versão do quatro cilindros 2,0 litros turbo a gasolina, a debitar 320 cv de potência – mais 10 cv que na geração anterior – e 400 Nm de binário, à qual se mantém acoplada uma caixa manual de seis velocidades, o desportivo japonês mantém-se assim como o tracção dianteira de aceleração mais rápida e melhor velocidade de ponta à disposição no mercado. Isto, ao mesmo tempo que justifica o tempo de 7m43,8 segundos feito no circuito de Nürburgring, onde continua a deter o ceptro de modelo mais rápido, entre propostas com tracção apenas nas rodas dianteiras. Isto antes dos novos Golf GTI Clubsport S e do futuro Renault Mégane RS, previstos para breve, visitarem a pista alemã, eles que foram recentemente os detentores do título dos desportivos mais rápidos deste segmento.

Em prol destes números funcionam igualmente soluções técnicas como as suspensões adaptativas, um sistema de travagem com discos de 350 mm ventilados à frente e de 205 mm sólidos atrás, jantes em liga leve de 20” com pneus 245/30 R20, pormenores em fibra de carbono nas saias laterais e no difusor traseiro, além de um sistema de três modos de condução: Comfort, Sport e +R. Este último, a opção para utilização exclusivamente em pista.

Já no habitáculo, condutor e passageiros são recebidos por bancos desportivos revestidos a Alcantara de cor preta e vermelha, sendo que o “piloto” tem ainda à sua espera um volante revestido a pele também de cor preta e vermelha, aplicações em carbono em vários locais, pormenores de cor vermelha, uma pega da caixa de velocidades em liga metálica, além do mesmo ecrã táctil de 7″ que é possível encontrar nos restantes Civic. Embora, no Type R, com gráficos e menus próprios, os quais vão mudando consoante o modo de condução seleccionado.

A par destes argumentos, o Civic Type R europeu vem ainda equipado de série com o pacote de assistência à condução “Honda Sensing”, do qual fazem parte sistemas como a travagem autónoma de emergência, o aviso de colisão frontal iminente, aviso de saída involuntária da faixa de rodagem, assistência à manutenção na faixa de rodagem, cruise control adaptativo, reconhecimento de sinais de trânsito e assistência inteligente à velocidade.

Na Europa, o novo Honda Civic Type R estará disponível também numa versão ainda mais “venenosa”, denominada Type R GT, a qual acresce aos equipamentos anteriores alerta de obstáculo no ângulo morto com aviso de passagem de tráfego na traseira, ar condicionado com duas zonas de regulação, retrovisor anti-encandeamento, sistema de infoentretenimento com navegação por satélite Garmin, carregamento wireless de smartphones, um sistema de som de 542 Watts com 12 altifalantes e luzes de nevoeiro dianteiras em LED.

Comparador de carros novos

Compare até quatro, de entre todos os carros disponíveis no mercado, lado a lado.

Comparador de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site