Logo Observador
Prémios e Galardões

Prémio Cidadão Europeu 2017 para Plataforma de Apoio a Refugiados e jornalista Teresa de Sousa

A Plataforma de Apoio aos Refugiados e a jornalista Teresa de Sousa foram distinguidas com o Prémio do Cidadão Europeu 2017, anualmente atribuído pelo Parlamento Europeu.

TIAGO PETINGA/LUSA

A Plataforma de Apoio aos Refugiados e a jornalista do Público Teresa de Sousa foram distinguidos esta quinta-feira com o Prémio do Cidadão Europeu 2017, anualmente atribuído pelo Parlamento Europeu a promotores da integração europeia e da compreensão entre povos.

Em comunicado, o Parlamento Europeu (PE) justificou a sua escolha sublinhando que a Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) se destacou “pelo apoio prestado aos refugiados num ambiente de crise na União Europeia, tendo lançado em 2015 uma plataforma que reúne 210 organizações, autoridades e famílias decididas a criar condições para acolher refugiados em Portugal”.

Os proponentes da candidatura da PAR, os eurodeputados Carlos Coelho, Marisa Matias e Sofia Ribeiro, argumentaram que a plataforma “foi capaz de dar uma rápida resposta ao desafio de solidariedade lançado pelas instituições da UE na gestão da crise humanitária”.

Teresa de Sousa, jornalista do diário Público, foi distinguida “pela dedicação profissional às questões europeias e aos assuntos internacionais” que, “ao longo de cerca de 40 anos de carreira, acompanhou com sensibilidade especial”, lê-se no comunicado.

A sua carreira jornalística revela o seu compromisso na defesa dos valores inerentes à Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia (UE)”, salientaram os eurodeputados Ana Gomes, Carlos Zorrinho e Maria João Rodrigues, que propuseram a candidatura.

Atribuído desde 2008 pelo PE, o Prémio do Cidadão Europeu 2017 será entregue pela vice-presidente da instituição, Sylvie Guillaume, aos vencedores dos 28 Estados membros da UE, numa cerimónia que decorrerá a 11 e 12 de outubro em Bruxelas. Em Portugal, haverá também uma cerimónia pública de entrega do galardão, em data ainda a definir.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Democracia

A democracia vista por baixo

Rui Ramos

Elegemos representantes cujos primeiros compromissos não são com os cidadãos, mas com os caciques dos partidos. Vista de baixo, a democracia não é a participação de todos, mas a organização de alguns.