Médio Oriente

Hezbollah diz que sauditas declararam guerra ao Líbano

Alegada detenção do primeiro-ministro do Líbano pela Arábia Saudita é considerada pelo Hezbollah como ilegal e um ato de guerra. Tensão entre sunitas e xiitas continua a crescer.

WAEL HAMZEH/EPA

O líder do Hezbollah disse esta sexta-feira que a Arábia Saudita declarou Guerra ao Líbano e ao próprio do Hezbollah, acusando Riade de deter ilegalmente Saad al-Hariri, primeiro-ministro demissionário do Líbano.

Hassan Nasrallah diz que a alegada detenção do primeiro-ministro do Líbano foi um insulto a todo o povo libanês e que Saad al-Hariri tem de regressar de imediato ao Líbano.

O primeiro-ministro libanês foi convocado a Riade pelo rei saudita e pouco depois apresentou a sua demissão.

“Vamos dizer as coisas como elas são: o homem foi detido na Arábia Saudita e proibido até agora de regressar ao Líbano”, disse o líder do Hezbollah, num discurso feito na televisão libanesa.

O líder do movimento considerado xiita diz que é claro que as autoridades na Arábia Saudita “declararam guerra ao Líbano e ao Hezbollah no Líbano”.

As autoridades em Riade dizem que o primeiro-ministro demissionário é livre de regressar ao Líbano e que só escolheu demitir-se porque o Hezbollah é que estava a mandar no seu governo.

Esta sexta-feira, a Arábia Saudita lançou ainda um novo ataque contra o Ministério da Defesa do Iémen, na capital Sanaa, de acordo com a AFP.

O ataque acontece depois de um ataque por rebeldes iemenitas com um míssil – alegadamente fabricado no Irão – há cerca de uma semana. A Arábia Saudita tem acusado o Irão de dar armas aos rebeldes xiitas conhecidas como Houthis.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site