O lucro da EDP caiu 12% no primeiro trimestre deste ano, em relação ao período homólogo, para 296 milhões de euros, anunciou a elétrica liderada por António Mexia.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP explicou esta queda do resultado líquido atribuível aos acionistas com o ganho não recorrente de 56 milhões de euros no trimestre homólogo, com a venda de ativos de transporte de gás em Espanha.

No primeiro trimestre, a elétrica pagou 15 milhões de euros para a contribuição extraordinária aplicada ao setor energético em Portugal, criada no âmbito do Orçamento do Estado (OE) para 2014.