Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Um dos momentos mais marcantes da cerimónia de abertura do Mundial de Futebol 2014 realizado nesta quinta-feira foi o pontapé de saída dado por um paraplégico num exoesqueleto robótico controlado pela mente. O mecanismo permitiu que o doente pudesse movimentar as pernas sem utilizar qualquer botão.

Apesar do aparelho ter surpreendido o público pelo seu avançado nível tecnológico, este não será o único dispositivo a ser utilizado no Mundial que parece ter saído de um filme de ficção científica. Drones, robôs militares e óculos de reconhecimento facial também farão parte do evento com o objetivo de garantir a segurança dentro e fora dos estádios.

Conheça um pouco mais sobre estas tecnologias:

tecnologia_infografico03

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR