Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Manifesto 2014, cuja apresentação ao público aconteceu na passada sexta-feira, dia 13, na Feira do Livro, pretende homenagear os 800 anos da Língua Portuguesa. A data usa como referência o Testamento de D. Afonso II, o mais antigo documento régio escrito em língua portuguesa e o mais antigo documento oficial ao nível superior de um Estado. O deputado José Ribeiro e Castro e o editor João Pinto de Sousa fazem parte do movimento.

Entre os primeiros subscritores convidados incluem-se o Presidente da República de Cabo Verde, o Secretário Executivo da CPLP, os presidentes da RTP e os da agência Lusa. Escritores, professores, músicos, cineastas e artistas não ficaram indiferentes à causa e juntaram os respetivos nomes à lista de assinaturas. A apresentação oficial do manifesto e dos subscritores será feita no dia 27 de junho, dia em que se celebram os oito séculos da nossa língua, num evento organizado no Padrão dos Descobrimentos.

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR