Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Letizia esteve à altura das circunstâncias no seu primeiro dia enquanto rainha, escreve o El Mundo. As atenções dos espanhóis voltaram-se para o casal que, desde esta manhã, está ao comando do país. A entronização de Felipe VI ficou marcada pelo discurso centrado na união dos conterrâneos, mas não só. O estilo de Letizia saiu, mais uma vez, à rua e é agora comentado um pouco por todo o globo.

O jornal de referência El Mundo chamou-a de “rainha impecável”, por estar bonita, discreta e favorecida. A ex-jornalista transmitiu uma imagem de austeridade, em concordância com os tempos políticos que se vivem no reino. O traje usado foi da autoria do designer nacional Felipe Varela, a quem Letizia recorre com frequência: um casaco e um vestido em crepe branco, com pequenas joias bordadas, em degradé, na parte superior.

A carteira também teve a assinatura Varela e os sapatos nude pertencem à marca espanhola Magrit. Apetece dizer: Letizia parece levar muito a sério o conceito de “vestir nacional”. A maquilhagem foi propositadamente discreta e, para o penteado, Letizia escolheu um alisamento japonês, com uma trança lateral.

Que Varela é uma clara preferência não há dúvidas, mas o mesmo se pode dizer da cor branca, que a rainha opta por usar nos dias mais importantes da sua vida, explica a revista Hola, comparando ainda o outfit de Letizia com aquele que Sofía, a ex-rainha, usou a 22 de novembro de 1975, aquando da proclamação de Juan Carlos. À data, esta captou as atenções num vestido longo, com casaco, no tom fúscia.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

As filhas do rei, a Princesa das Astúrias e a infanta Sofia, usaram dois vestidos iguais, mas de cores distintas. Leonor ficou-se por um rosa pálido e Sofia pelo verde água, sendo que ambos foram concebidos por modistas artesanais das Astúrias. A manga três quartos, a seda natural e o laço lateral na cintura caracterizam os trajes das pequenas que, por norma, optam por looks diferentes e capazes de expressar as distintas personalidades. Esta quinta-feira de manhã foi exceção.

Elena, a primogénita de Juan Carlos, não quis fugir à tendência real e vestiu-se em cores claras, à semelhança da cunhada e da mãe. Com o cabelo apanhado, exaltou um ar imperial.

Se até aqui o estilo da ex-Princesa das Astúrias dava que falar, o certo é que, uma vez rainha, o hábito não cesse. Talvez por isso, Varela continue a ser a escolha de eleição. O El  Mundo chega a dizer: “Letizia é uma mulher de gostos fixos, até mesmo obsessivos. Confia sempre no mesmo estilista (…) Recentemente, Varela e ela têm formado uma boa equipa. O estilista acerta cada vez mais e sabe adaptar-se aos seus gostos”.