Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A noite de terça-feira está a ser marcada por muita tensão no Brasil, depois da goleada no jogo com a Alemanha. Segundo o jornal Globo, uma pessoa foi detida na Praia de Copacabana depois de uma suposta tentativa de arrastão. A polícia militar brasileira emitiu uma nota em que relata um confronto entre adeptos que provocou muita confusão, que começou com um clima “intenso” no momento em que o marcador contava 3-0, relata o jornal brasileiro.

Em São Paulo, os ânimos brasileiros também se exaltaram depois do astronómico 7-1.  O jornal Folha de São Paulo dá conta de, pelo menos, um roubo a uma loja de eletrodomésticos em São Mateus. Um grupo de pessoas ateou fogo a lixo e móveis, fechando a pista da avenida Jacu-Pêssego, na região de Itaquera. Dois autocarros foram incendiados, um na zona leste da cidade e outro na zona sul. Foi igualmente provocado um incêndio na empresa paulista VIP, Viação Itaim Paulista, que destruiu cerca de 20 autocarros .  A polícia militar informou que tomou conhecimento de todas as ocorrências, escreve o mesmo jornal.

Até ao momento, as forças policiais já detiveram cerca de 22 pessoas. Na sequência dos desacatos a polícia decidiu reforçar a segurança, fechando o acesso a alguns locais mais propícios a situações de conflito,nomeadamente à Vila Madalena, assim como destacou cerca de de 1200 agentes militares além de outros 60 pertencentes à Guarda Civil Metropolitana.

Fica aqui o link do vídeo que mostra o pânico dos adeptos da seleção brasileira devido a um arrastão, após o jogo, na praia de Copacabana.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR