O filho de Nicolas Sarkozy e Cécilia Attias Albéniz, Louis Sarkozy, e Léonard Trierweiler, filho da ex-companheira de François Hollande, envolveram-se numa troca de acusações no Twitter, tendo os seus progenitores como principais alvos. Tudo começou quando Louis, de 16 anos, publicou uma imagem no seu twitter fazendo alusão ao 500 mil euros que Valérie Trierweiler custou aos contribuintes franceses.

Perante esta imagem, Trierweiler atacou: “Não era a minha mãe que utilizava um cartão de crédito d’ Elysée para uso pessoal”. Estava feita a referência ao escândalo da suposta utilização de um cartão de crédito da tesouraria pública por parte de Cécilia. Sarkozy júnior, por seu lado, relembrou Léonard das três vezes que o jovem de 15 anos foi apanhado com cannabis pela polícia.

Um dos twweets de Léonard Triérweiler

Foi aqui que Sarkozy entrou no rol de acusações. Trierweiler twittou que “63% dos franceses não acreditavam na perseguição judicial contra Nicolas Sarkozy” e mais tarde acrescentou “tal pai, tal filho”. Louis manteve as suas acusações na direção de Valérie. “O meu pai, pelo menos, foi Presidente da República e a outra, bah, nem tanto”. E finalizou: “Lutamos quando quiseres! Nós, os militares, aprendemos a fazê-lo”.