Quanto tempo demora um retrato a ser pintado? Depende. Se for da Família Real pode chegar a dezenas de anos. 20 anos, mais propriamente, pois foi o tempo que António Lópes demorou a pintar a Família Real Espanhola. O grande aparecimento da obra já tem data marcada, a grande exposição ‘O retrato nas coleções reais – de Juan de Flandes a Antonio López ‘ no Palácio Real de Madrid em novembro.

Quando o quadro começou a ser pintado, ainda o rei era Juan Carlos, Sofia continuava apaixonada, Felipe não tinha filhas, Cristina não estava envolvida em escândalos e Elena… Bem, a vida de Elena era mais filho, menos filho, a mesma. Desta forma, a figura central da pintura é Juan Carlos e à sua volta está, à exceção dos netos, a família toda.

O retrato não só demorou duas décadas a ser pintado, como foi uma pintura itinerante. Isto é, no último mês foi pintado no Palácio Real, para onde se mudou. “Conheço bem o começo do trabalho, acabar não sei em que consiste”, diz António López que é conhecido por ser minucioso e perfecionista. Há inclusive um filme, “O sonho da luz, o Sol do marmeleiro”, que eternizou a maneira como trabalha e que o próprio resume: “Não quero saber. Eu trabalho assim. Quem pintou uma família real? É como escrever o Guerra e Paz. ”

A fotografia que serve de inspiração à pintura foi tirada em 1992 e aí reside o principal problema e a causa da demora. López sempre pintou com modelos vivos e por isso nestas duas décadas já pintou e repintou, compôs, retocou e apagou o retrato inúmeras vezes, conta o El Mundo.

Talvez seja esta exigência que leva o pintor a dizer que “uma obra nunca se acaba, apenas chegamos ao limite das nossas capacidades.” Parece que António López atingiu agora o limite, pois desde 1994 que se espera o final do retrato. Agora está previsto que entre novembro de 2014 e abril de 2015 o quadro possa ser visto pelo público em geral, numa exposição sobre os retratos da Casa Real, devendo seguir posteriormente para o Museu das Coleções Reais. Este, se não demorar tanto tempo a ficar concluído como o retrato, estará aberto ao público a partir de 2016.

 

 

 

 

 

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR