Entrar a bordo do avião sem meias, dormir de tronco nu ou esticar as pernas além do limite do banco individual. Pode parecer mentira, mas situações como estas (entre outras bem piores) acontecem a bordo de alguns aviões. A comprovar o facto estão as fotografias disponibilizadas no agora famoso Passenger Shaming. O projeto, se assim o podermos chamar, foi criado em janeiro de 2013 e é notícia nos últimos dias em publicações como Huffington PostDaily Mail e no brasileiro Folha de São Paulo

As imagens, que mostram comportamentos incorretos e até vergonhosas de alguns passageiros, foram tiradas por pessoas de todo o mundo e publicadas no Instagram, Twitter e Facebook do Passenger Shaming, por Shawn Kathleen (nome falso), que foi assistente de bordo durante sete anos. 

Qualquer pessoa pode enviar fotografias, desde que tenha o azar de testemunhar uma situação semelhante. As imagens são o motivo do furor e há de tudo um pouco — desde momentos cómicos a vergonhosos e até intimidantes. Só o perfil partilhado no Instagram conta com quase 180 mil seguidores, sendo que a página de Facebook ultrapassa os 200 mil.

Passanger Shaming Instagram2

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram3

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram4

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram6

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram5

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram8

Passenger Shaming Instagram

 

Passanger Shaming Instagram7

Passenger Shaming Instagram