O jornalista britânico John Cantlie apareceu em mais um vídeo do Estado Islâmico, no qual afirma estar a falar da cidade síria de Kobane, avança a BBC. No vídeo, o refém de 43 anos diz que a batalha pela cidade junto à fronteira com a Turquia está “quase no fim”.

“Agora, a batalha por Kobane está a chegar ao fim. Os mujahedeen estão a ser limpos de rua em rua, de edifício em edifício”, diz John Cantlie, no vídeo, acrescentando que “está tudo muito calmo” e que apenas se ouve um “tiroteio ocasional”. A 23 de outubro, os Estados Unidos da América admitiram que a organização terrorista do Estado Islâmico no Iraque e na Síria (ISIS) se tinha apropriado de, pelo menos, um carregamento de armas norte-americanas.

O vídeo dura 5 minutos e 32 segundos e inclui filmagens que foram feitas alegadamente com um drone do Estado Islâmico. Enquanto esteve internado no hospital, o pai de John Cantlie, gravou um vídeo a pedir a libertação do filho. Paul Cantlie morreu a 16 de outubro, com 80 anos.

https://www.youtube.com/watch?v=nW2aqzdMQLs