A seleção portuguesa de ténis de mesa falhou hoje o acesso à final da Taça do Mundo de equipas, após `cair´ frente à Áustria por 3-0, e despediu-se do Dubai com a medalha de bronze.

Depois de na sexta-feira ter garantido um lugar nas meias-finais e no pódio com um triunfo inédito sobre o Japão (3-2), Portugal acabou por não ter argumentos frente aos austríacos.

No arranque da eliminatória, Tiago Apolónia foi derrotado por Robert Gardos por 3-1, com os parciais de 10-12, 12-10, 11-7 e 13-11, e de seguida Marcos Freitas, o jogador mais bem cotado da formação lusa, também `caiu´ frente a Daniel Habesohn, igualmente por 3-1 (10-12, 12-10, 11-6 e 11-9).

No encontro de pares, João Monteiro e Tiago Apolónia ainda deram luta a Stefan Fegerl e Daniel Habesohn, mas acabaram por não impedir a vitória da dupla austríaca por 3-2 (11-7, 11-7, 5-11, 5-11 e 11-8).

Há quatro meses, no Europeu de equipas, em Lisboa, a seleção austríaca já tinha vencido Portugal, torneio que a formação lusa acabou por conquistar.

Esta foi a primeira vez que a seleção portuguesa participou na Taça do Mundo, competição que junta as 12 melhores equipas.

Na final, a Áustria vai defrontar a China, que bateu Taiwan, por 3-0.