Quase 1,9 milhões de portugueses visitaram a Espanha no ano passado, um aumento de 11,7% face a 2013, contribuindo para o ano recorde no turismo espanhol, que em 2014 recebeu 64,9 milhões de turistas.

Em conferência de imprensa hoje em Madrid, o ministro da Indústria, Energia e Turismo de Espanha, José Manuel Soria, destacou que “os mercados que tiveram as maiores variações anuais foram a Bélgica, com um acréscimo de 16,4%, a Itália, com 14,6%, e Portugal, com 11,7% mais”.

No quadro global, os portugueses representam 2,9% de todos os turistas que chegam a Espanha, que em grande parte provêm de três mercados: Reino Unido (23,1%), França (16,3%) e Alemanha (16,0%). Portugal surge como o oitavo maior fornecedor de turistas a Espanha.

Soria salientou que “a Espanha superou pelo segundo ano consecutivo o recorde histórico” de turistas, afirmando que “ficou a menos de cinco mil de receber 65 milhões de pessoas” em 2014. Estes números “consolidam a Espanha no pódio” do turismo mundial, no terceiro maior destino turístico do mundo, atrás dos Estados Unidos e da França.

Os 64.995.275 turistas em Espanha representam um crescimento de 7,1 por cento face ao ano de 2013, ou seja mais 4,3 milhões de pessoas.

O turismo espanhol, que representa 11 em cada 100 euros do PIB espanhol, “é um dos setores chave para esta recuperação económica de Espanha”, sublinhou o ministro.

Por outro lado, disse Soria, o setor “tem um efeito tractor claro no resto da economia”, acrescentando que é responsável por 25 por cento dos novos inscritos na Segurança Social e um em cada nove empregos no país.

Na análise aos números de dezembro, o melhor mês de dezembro do turismo espanhol desde 2000, José Manuel Soria destacou que houve um aumento de 44,2 por cento do número de portugueses face ao mesmo mês do ano anterior, representando mesmo a maior variação entre todas as nacionalidades.

As perspetivas para 2015 em Espanha, realçou o ministro, apontam para um “forte crescimento do número de turistas a partir da Bélgica, Itália e Portugal”, bem como para uma estabilização do número de britânicos, uma diminuição dos alemães e um forte crescimento dos franceses.

As regiões de Espanha mais visitadas são a Catalunha, as Canárias e as Baleares, que representam mais de 60 por cento de todos os turistas que chegam ao país.

A apresentação do balanço anual do turismo espanhol surge a seis dias de começar a Feira Internacional de Turismo de Madrid, a FITUR, um dos maiores eventos do género na Europa, e que contará com uma participação portuguesa.