No sábado morreram 30 civis em Mariupol, no leste da Ucrânia, na sequência dos ataques de artilharia que atingiram escolas, lojas e casas e que terão sido levados a cabo, alegadamente, pelos separatistas pró-russos, naquela que é a segunda maior cidade da região de Donetsk, sob controlo das forças governamentais.

Um condutor conseguiu captar, em vídeo, o momento de uma explosão que atingiu vários veículos que seguiam numa estrada. As imagens podem ser vistas no site do Telegraph. Depois há uma segunda explosão. Não se sabe se o motorista do camião que seguia à frente sobreviveu, segundo o jornal britânico.

O Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, disse que o ataque foi um ato de terror. A NATO e os EUA exigiram à Rússia que parasse de apoiar os rebeldes, acusação que o país rejeita.

Os ataques alegadamente levados a cabo pelos rebeldes aconteceram um dia depois de os separatistas terem rejeitado um acordo de paz com o Governo ucraniano.

O conflito no leste da Ucrânia dura desde abril e já fez, segundo a ONU, cerca de 5100 mortos.