Dez pessoas morreram na sequência da queda de um avião grego F-16 na base militar de Los Llanos, na cidade de Albacete, no sudeste de Espanha. O acidente ocorreu nas instalações da TPL (Tactical Leadership Program), uma escola de pilotagem pertencente à NATO.

O Ministério da Defesa espanhol confirmou que outras 13 pessoas ficaram feridas, seis delas em estado grave. Ao canal de televisão Telecinco, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, confirmou que oito das dez vítimas mortais tinham nacionalidade francesa e que as restantes eram de nacionalidade grega.

A queda do avião ocorreu numa área em que outras aeronaves se preparavam para iniciar um exercício de treino. O acidente aconteceu no momento da descolagem e acredita-se que tenha sido provocado por uma falha de energia, refere o El País. O desastre causou imediatamente um grande incêndio, mas os serviços de emergência não puderam entrar logo em ação por haver risco de outras explosões.

A TPL é uma escola de treino criada em 1978 pela NATO, com o intuito de ajudar os pilotos da organização a desenvolverem a aperfeiçoarem as capacidades técnicas. Durante vários anos esteve sediada na base aérea de Fuerstenfeldbruck, na Alemanha. Mudou-se para Espanha em 2009.