Pelo menos 45 pessoas morreram e meia centena ficaram feridas em três atentados bombistas organizados em simultâneo no leste da Líbia. A informação foi confirmada por fonte das forças de segurança de Bengasi à Agência EFE.

De acordo com a Associated Press, que fala em 45 mortos (a EFE fala em 48) o autoproclamado Estado Islâmico reivindicou os atentados, em retaliação pela morte de militantes em Darna. Na madrugada de segunda-feira, a força aérea do Egito bombardeou locais controlados pelo Estado Islâmico na Líbia, como resposta à alegada decapitação de 21 egípcios de religião cristã levada a cabo pelo grupo extremista.

Quatro das vítimas mortais são de nacionalidade estrangeira.