Fernando Alonso, piloto da McLaren, sofreu esta manhã um acidente nos testes de Fórmula 1 em Barcelona e teve de ser transportado de helicóptero para o hospital, conta a Marca. O piloto está “bem e consciente”, segundo a McLaren e o representante do espanhol. Alonso saiu de pista na curva 4 do Circuito da Catalunha, numa altura em que não ia muito rápido, como se estivesse a preparar-se para parar o carro na berma ou fora da pista, avança ainda o diário espanhol. Alonso esteve dez minutos sem sair do carro e precisou de ajuda para o abandonar.

Já foi confirmado pela marca que “não ocorreu qualquer falha mecânica” e que o principal responsável pelo acidente terá sido “o vento forte e imprevisível que se fazia sentir naquele setor”. O mais provável é que Alonso falhe a última sessão de treinos, que se realiza na próxima quinta-feira.

“A velocidade era muito lenta, talvez 150 quilómetros por hora. Depois chocou contra um muro. Pareceu estranho”, explicou Sebastien Vettel, atual piloto da Ferrari, à revista alemã Auto, motor und Sport. O piloto alemão seguia imediatamente atrás do espanhol e viu tudo, conta neste artigo o diário Marca.

Não se sabe ainda o motivo da saída de pista do piloto da McLaren e por que ficou imobilizado no carro. Depois de retirado do monolugar, o piloto terá respondido e falado com os médicos presentes no local, embora tenha ficado decidido que o levariam para o Hospital General de Cataluña para fazer mais exames.

Nesta fotogaleria da Marca podem ver-se algumas imagens do acidente de Fernando Alonso. Já a Ferrari, antiga scuderia do piloto espanhol, enviou um “abraço muito forte” através da sua conta no Twitter: