Tal como o Barcelona, também Real Madrid e Atlético de Madrid foram impedidos pela FIFA de contratar novos jogadores. Os dois clubes madrilenos não vão poder adicionar novos talentos aos seus plantéis até ao verão de 2016 devido a irregularidades na contratação de menores. Estes clubes podem ainda recorrer ao Tribunal Arbitral de Desporto, mas esta instância já deu razão à FIFA no caso do Barcelona.

A notícia foi avançada pelo programa de rádio El Larguero, afirmando que o Atlético receberá hoje a decisão da FIFA, enquanto o Real Madrid já foi informado. O clube de Cristiano Ronaldo, já estaria mesmo à espera de uma decisão com estes contornos, apressando nos últimos tempos várias contratações como Marco Asensio, Danilo (jogador do Porto), Lucas Silva e Odegaard, gastando 52 milhões de euros nos últimos meses. Estes clubes voltarão aos mercados, tal como o Barcelona, no verão de 2016, ficando impedidos de contratar e inscrever jogadores neste verão e no próximo mercado de inverno.

A decisão da FIFA baseou-se no artigo 19 sobre o Estatuto e Transferência de Jogadores que obriga ao cumprimentos de pelo menos uma destas obrigações ao contratar um menor: que os pais mudem a residência fiscal para o país onde o filho está a jogar, que a transferência ocorra dentro da União Europeia ou que o jogador viva a menos de 100 km do novo clube.