Na próxima segunda-feira, dia 11, vamos apostar em novos links entre nós e os nossos leitores: o Observador inaugura uma série de conversas offline no CCB, um espaço público onde os leitores e os autores do Observador podem encontrar-se e debater ideias. O tema desta primeira conversa será a Felicidade, abordada por seis oradores com perspetivas diferentes. Cada um a partir da sua experiência e ciência.

José Pedro Cobra Ferreira, advogado, humorista, conferencista e ativista militante de causas solidárias, vai abrir a sessão com uma “talk” em que fala da atitude perante a vida. Na sua perspetiva, aquilo que nos faz mais ou menos felizes não tem a ver com aquilo que nos acontece, mas com a maneira como lidamos com o que nos acontece.

[jwplatform lCiuFdHw]

Na sequência desta apresentação e imediatamente a seguir ao José Pedro Cobra Ferreira, entra em cena Mickaella Dantas, bailarina profissional a quem foi amputada uma perna quando tinha 11 anos. Mickaella dança com companhias nacionais e internacionais, e já participou em espetáculos da célebre Can Do Company. O testemunho desta bailarina contemporânea é poderoso e transformador, no sentido da atitude perante a vida e os acontecimentos.

Aquilo que poderia ser trágico e muito dramático para uns, acaba por ser apenas uma circunstância para outros. Mickaella fala apaixonadamente da sua vocação de bailarina e recusa a terminologia da superação. Diz que a sua felicidade é feita de muitas infelicidades, mas acredita profundamente que é esse o caminho ara ser mais feliz.

[jwplatform V5Ltsc1M]

Estes dois oradores aproximam os leitores da realidade-real, das experiências o quotidiano, dos acontecimentos externos e internos que nos interpelam e nos levam a querer pôr em perspetiva as questões ligadas à felicidade e ao chamado Bem-Estar Subjetivo. Nesta lógica e porque os cientistas comportamentais têm dedicado os seus estudos e investigações a explorar os caminhos da felicidade, a Professora, Investigadora e Cientista Iolanda Galinho, especialista nestas matérias, trará ao debate os últimos dados da Ciência.

[jwplatform FsoofoUn]

Ao lado destes três oradores, estarão outros três, com abordagens diferentes e extraordinariamente complementares. Helena Marujo, Psicóloga e a grande referência na área da Psicologia Positiva, falará sobre a construção da Felicidade Pública, sobre a importância do coletivo e da co-criação de mais e maior felicidade entre todos.

Duarte Coxo, Psicólogo e fadista – uma das novas vozes do Fado que marca pela originalidade e performance – trará uma perspectiva da Felicidade a partir de situações de grande fragilidade e dependência. A sua área de especialidade é a do acompanhamento de toxicodependentes e, por isso, a apresentação de Duarte Coxo tem como título “Drogas, Fados e Felicidades”. O tema promete, até porque raramente associamos a possibilidade de felicidade a quem vive atravessado ou consumido pelas dependências e co-dependências.

Finalmente o David Machado, romancista e autor do livro “Índice Médio de Felicidade”, traz o olhar do ficcionista que sabe que muitas vezes a realidade ultrapassa a própria ficção. David Machado criou um romance a partir de um homem em crise, em época de crise, que tenta manter a esperança e o otimismo, que aprende a fazer e a refazer os seus planos de futuro, mas também põe tudo em causa, sobretudo a sua própria felicidade.

E será a partir das apresentações e testemunhos destes 6 oradores que todos poderemos criar um novo debate que poderá trazer novas respostas para um tema tão antigo e intemporal como a felicidade.

Contamos com os leitores do Observador para este encontro de 2ª feira, a partir das 18h, na Sala Luís de Freitas Branco do CCB. A entrada é livre mas recomendamos que se registe aqui para garantir um lugar. O ideal é que os leitores compareçam um pouco antes das 18h, para não perturbarem a sessão que também estará a ser transmitida em direto via streaming, para quem mora longe ou está fora do país.

Sintam-se convidados e muito bem-vindos à primeira conversa offline do Observador. Contamos convosco, seja em presença na sessão ou em direto, via streaming.