Um dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio era “deter e começar a reduzir, até 2015, a propagação do VIH/Sida”, conforme se pode consultar na página do Centro Regional de Informação das Nações Unidas. Este objetivo foi atingido, segundo o El Confidencial, e agora as Nações Unidas terão de se concentrar num objetivo mais ambicioso: erradicar o vírus da imunodeficiência humana (VIH) até 2030.

Os últimos dados sobre o combate ao VIH/Sida serão apresentados esta sexta-feira em Adis Abeba pelas Nações Unidas. O relatório “Como é que a sida mudou tudo“, da Unaids (programa das Nações Unidas para combater o VIH/Sida), destaca alguns dos resultados mais importantes:

  • Em 2001, um milhão de pessoas era tratada com anti-retrovirais. Em 2015, já eram 15 milhões
  • O custo dos antirretrovirais desceu de dez mil dólares (cerca de 9,14 mil euros) em 2001, para 100 dólares em 2014
  • As novas infeções desceram de três milhões em 2001 para 2 milhões em 2014. E em crianças de 580 mil para 220 mil
  • O número de mortes relacionadas com a sida desceu de dois milhões em 2004 para 1,2 milhões em 2014
  • Os testes de despiste da sida que demoravam três dias em 2001, agora demoram 30 minutos
  • Se, em 2001, a procura por preservativos chegou às 400 milhões de unidades, em 2014, era de 1,7 mil milhões de unidades

Documentos