O avião indonésio despenhado este fim de semana na província de Papua transportava cerca de 424 mil euros, em dinheiro, no momento do embate. O dinheiro fazia parte de um programa de assistência e ia ser distribuído por famílias pobres da região.

“Quatro funcionários nossos escoltavam os fundos, no valor de 6.6 mil milhões de rupias (424 500 euros)”, disse à agência noticiosa Reuters o chefe dos correios de Jayapura, capital de província de Papua. Os fundos, segundo a Reuters notícia, destinavam-se aos habitantes da província, região pobre e remota situada a leste da Indonésia.

O avião, um modelo ATR 42 da Trigana Air, perdeu contacto com a torre de controlo 34 minutos depois de partir de Jayapura e dez minutos antes de chegar ao seu destino, Oksibil, no centro da ilha. Os primeiros destroços foram encontrados no dia 16 de agosto e ainda não se sabe se há sobreviventes entre os 54 passageiros – 49 adultos e cinco crianças.