O que pensa da hipótese de debater com a candidata d’Os Verdes, Heloísa Apolónia? “Encantado! Lá estarei”. Paulo Portas já estava a ver que os jornalistas, que o apanharam na visita a um produtor vitivinícola em Beja, não lhe perguntavam nada sobre a mais recente polémica dos debates televisivos da campanha eleitoral, nomeadamente sobre o facto de o número um da CDU, Jerónimo de Sousa, ter decidido ontem fazer-se representar por Heloísa Apolónia, parceira de coligação. Mas a pergunta lá veio.

E Portas respondeu que ficou “encantado” com a sugestão. “Sabe que em democracia não se despreza ninguém, faz-se confronto civilizado. E eu sempre me disponibilizei para todos os debates que me propuseram”, disse, visivelmente divertido com a situação. A pergunta, de resto, tinha sido sugestão do próprio. “Estava à espera que me perguntassem sobre os debates”, tinha atirado antes entre risos, ao lado da ministra Assunção Cristas.

E o líder do CDS ainda satirizou com o regime comunista: “Em nenhum país comunista haveria um debate com os adversários políticos, porque, se houvesse, era o último. Como sabem, ou lhes cortavam a cabeça ou os prendiam. Em democracia trocamos ideias naturalmente, civilizadamente”.

A polémica dos debates já vai longa. A última novidade foi que, afinal, não iria haver debate entre os representantes dos vários partidos, e que a CDU afinal iria mandar Heloísa Apolónia debater com Paulo Portas, no lugar de Jerónimo de Sousa. Passos Coelho recusou, na última sexta-feira, integrar este painel de debate por discordar da exclusão de Paulo Portas, líder do CDS, partido que concorre coligado com o PSD. PS e PCP fizeram saber que não aceitariam a presença de Portas pois a coligação Portugal à Frente já estava representada por Passos no debate e não deveria ter dois representantes por uma questão de equidade das candidaturas.

E como Passos Coelho já tinha anunciado que iria Portas em representação da coligação Portugal à Frente no debate contra Jerónimo de Sousa, também Jerónimo de Sousa se decidiu pelo mesmo, anunciando ontem que iria Heloísa Apolónia em representação da coligação CDU no debate contra Paulo Portas.