A intervenção cirúrgica ao cavaleiro Joaquim Bastinhas, hoje à tarde no Hospital de Portalegre, “correu muito bem”, tendo o toureiro sido transferido para a unidade de cuidados intensivos, avançou fonte hospitalar.

Em declarações aos jornalistas, o diretor clínico da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), Jorge Gomes, explicou que a intervenção cirúrgica demorou “cerca de quatro horas” e que o estado de saúde de Joaquim Bastinhas é “estável”.

Jorge Gomes escusou-se a especificar quais as lesões e extensão das mesmas, alegando tratar-se “de um assunto de ordem clínica e privada do doente”.

“O toureiro ainda não está consciente, vai ficar ventilado entre hoje e amanhã (sábado), mas penso que amanhã sairá do ventilador”, disse.

O cavaleiro tauromáquico ficou hoje ferido com gravidade na sequência de um atropelamento por um veículo agrícola, na sua herdade em Elvas.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou à agência Lusa que o alerta foi dado às 08:22, tendo o toureiro sido transportado da Herdade das Algramassas, onde reside, para o hospital de Elvas.

O toureiro foi, depois, transferido para o hospital de Portalegre onde deu entrada cerca das 11:00.

No local do acidente estiveram oito bombeiros dos voluntários de Elvas, auxiliados por três viaturas, além de uma ambulância de suporte imediato de vida (SIV) e elementos da GNR.