Sondagens do dia: coligação PàF desce nas intenções de voto

As duas sondagens mostram a coligação PSD/CDS a descer nas intenções de voto. No entanto, no estudo da Intercampus, a diferença para o PS atinge um valor recorde - é que o PS também não sobe.

i

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Desta vez, as duas sondagens diárias parecem coincidir em dois pontos: a coligação desce nas intenções de voto dos portugueses e a CDU sobe, embora a ritmos diferentes. Mas o PS também não consegue descolar nas sondagens – o melhor que consegue é manter o resultado. Em tudo o resto, os estudos diferem.

Na tracking poll da Intercampus para a TVI/TSF e Público, divulgada esta segunda-feira, a coligação, agora com 37,9% das intenções de voto, aumenta a distância para o PS e consegue a maior diferença registada até agora – 5,8 pontos percentuais. O que este estudo traz de novo em relação a domingo, é a descida quer de PàF, quer de PS, embora os socialistas tenham caído a um ritmo mais elevado.

Já na sondagem da Universidade Católica para a RTP, a coligação desce 1 ponto percentual (está agora nos 40%) e o PS conseguiu manter-se nos 34%. Estes números parecem mostrar que PSD/CDS estão a perder algum terreno para os socialistas.

Ainda assim, nenhuma das sondagens mostra o PS a crescer: na da Intercampus, os socialistas descem nove décimas e parecem ter estabilizado no estudo da Católica.

O que diz a sondagem da TVI?

Além de mostrar as duas forças políticas a descerem, o estudo da Intercampus para a TVI/TSF e Público traz boas notícias para Bloco de Esquerda e CDU. No caso dos bloquistas, destaque para a subida de 0,8% nas intenções de voto, enquanto os comunistas conseguiram subir uma décima em relação a domingo.

O número de inquiridos que diz estar indeciso em quem votar também parece ter diminuído em relação à sondagem anterior, estando agora nos 21,4%.

O mesmo aconteceu com o número de entrevistados que diz preferir votar em partidos sem parlamentar – esse valor está agora nos 3,9%, quando no domingo era de 4,1%. Olhando para o que tem acontecido ao longo de toda a semana, os partidos sem assento parlamentar parecem estar a perder espaço nesta corrida legislativa.

E o que diz a sondagem da RTP?

Ao contrário do que acontece com a tracking poll da Intercampus, nesta sondagem a coligação parece perder algum terreno para PS – no sábado, a diferença estava nos 10 pontos percentuais; dois dias depois, são 6 os pontos que separaram coligação e PS, que se mantém com 34%.

Diferente é também o crescimento dos partidos à esquerda do PS. No estudo da Católica, CDU consegue um crescimento de 1 ponto percentual, enquanto que Bloco de Esquerda mantém-se nos 7%.

O número de indecisos também se mantém em relação a domingo (25%) e o mesmo aconteceu com o número de entrevistados que diz votar noutros partidos (5%).

A tracking poll da Intercampus para a TVI/TSF e Público foi feita com uma amostra de 1.025 entrevistas, com uma taxa de resposta de 58,3% e uma margem de erro 3,1%. A sondagem da Universidade Católica para a RTP foi feita com uma amostra de 1071 entrevistas, uma taxa de resposta de 58% e uma margem de erro de 3%.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.