O sérvio Novak Djokovic, líder da hierarquia mundial, e o espanhol Rafael Nadal garantiram neste sábado a presença na final do torneio de ténis de Pequim, depois de terem eliminado David Ferrer e Fabio Fognini, respetivamente. Frente a David Ferrer, sétimo do ‘ranking’, Novak Djokovic garantiu a sua 12.ª final da temporada, impôs-se por 6-2 e 6-3.

Rafael Nadal, oitavo da classificação mundial, venceu o Fabio Fognini, 28.º do ‘ranking’, por 7-5 e 6-3 quebrando uma série de três derrotas consecutivas em confrontos com o italiano. Esta será a primeira final da época entre ambos e a 22.ª no seu historial, com 12 vitórias do sérvio e 10 do espanhol.

Nadal venceu 23 dos 44 encontros já disputados frente a Djokovic, mas esta época o sérvio derrotou o espanhol nos dois confrontos disputados: nas meias-finais de Monte Carlo e nos quartos de final de Roland Garros. A final feminina vai opor a espanhola Garbibe Muguruza à suíça Timea Bacsinszky.