Numa visita a Madrid, estes são os lugares e monumentos que ficam de fora dos roteiros turísticos. O fotógrafo espanhol Óscar Carrasco percorreu a cidade à procura de tesouros abandonados e de locais com história que fecharam e ali ficaram esquecidos. As imagens que recolheu deram origem a “Madrid Off”, uma exposição que inaugura este sábado no Centro Português de Fotografia, no Porto.

As mesas e as cadeiras estão postas. No salão, as cores variam entre o azul e o verde, por oposição ao nome do espaço. El Cisne Negro foi uma sala de espetáculos importante da capital espanhola. Depois de 50 anos de atividade, em 2008, mudou de nome para Carnaval, mas não resistiu ao encerramento do Cinema Marvi, que ficava por cima. O espaço sucumbiu, mas as mesas e as cadeiras ali continuam, postas, para ninguém.

CLUB-EL-CISNE-NEGRO-oscar-carrasco

El Cisne Negro está em ótimas condições se compararmos com outros locais que Óscar Carrasco registou com a sua câmara fotográfica. O importante Mosteiro de Santa Maria de Valdeinglesias, por exemplo, foi fundado em 1150 e durante anos aparentou a idade que tinha. Neste caso, as notícias são boas. Em 1984 foi declarado Monumento Histórico de Caráter Nacional e atualmente encontra-se reabilitado.

Óscar Carrasco, de 39 anos, fez estas fotografias como um alerta para a forma de tratar a cidade. “Obviamente, há uma atitude crítica com o meio em redor, perante o desenvolvimento vertiginoso da cidade contemporânea, cada vez mais asséptica e desenraizada, mais desligada da memória coletiva”, disse, numa entrevista ao espanhol Cámara Magazine.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mas não só. Quer mostrar imóveis desconhecidos, fora do circuito habitual da capital espanhola, de modo a permitir uma miragem temporal dessa outra Madrid, tão afastada das filas de turistas, do trânsito e da modernidade.

As 24 imagens de “Madrid Off” fazem parte da Mostra Espanha 2015 e ficam no Centro Português de Fotografia até 31 de dezembro. Pode ser visitada de segunda a sexta-feira das 10h00 às 18h00, sábados, domingos e feriados 15h00 às 19h00. A entrada é livre. Entretanto, pode ver oito imagens na nossa fotogaleria, para aguçar o apetite.