O alemão Nico Rosberg (Mercedes) obteve a sua quarta vitória da temporada ao vencer hoje o Grande Prémio do México de Fórmula 1, 17.ª prova do campeonato do mundo, e ascendeu à segunda posição.

Rosberg deu à Mercedes o 14.º triunfo do ano e o construtor alemão conseguiu a décima ‘dobradinha’ da temporada, graças ao segundo lugar do britânico Lewis Hamilton, que festejou antecipadamente o seu terceiro título de campeão do mundo.

No Autódromo Hermanos Rodríguez, o germânico completou as 71 voltas (305,354 km) em 1:42.35,038 horas (média de 178,597 km/h) e bateu Hamilton por quase dois segundos, enquanto o finlandês Valtteri Botas (Williams) foi terceiro, a 14 segundos. Com este triunfo, Rosberg recuperou a segunda posição do Mundial, com 272 pontos, mais 21 do que o compatriota Sebastian Vettel (Ferrari), que abandonou, enquanto Hamilton lidera com 345.

Os Red Bull do russo Daniil Kvyat e do australiano Daniel Ricciardo termminaram nas posições seguintes, seguidos do Williams do brasileiro Felipe Massa.

O alemão Nico Hulkenberg e o mexicano Sergio Pérez, ambos da Force India, o holandês Max Verstappen (STR Renault) e o francês Romain Grosjean (Lotus) também terminaram nos pontos.