Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Segundo números divulgados a 2 de novembro pelo Banco Central Europeu (BCE), nos primeiros dez meses do ano a entidade liderada por Mario Draghi investiu um total de 395.516 milhões de euros através do programa conhecido como quantitative easing, que teve início em março, dos quais 8.954 milhões só em Portugal.

Só no mês de outubro, o BCE comprou 52.175 milhões de euros em dívida pública, dos quais 1.184 milhões em dívida pública portuguesa. A maturidade média das obrigações nacionais detidas pelo BCE é de 10,64 anos e é a maior entre a dos países que fazem parte da carteira de ativos. A média é de oito anos.

quantitative easing representa a maior fatia das compras realizadas pelo BCE em outubro, que totalizaram 63.731 milhões de euros nos três programas de compra de ativos da instituição.

O BCE comprou 9.993 milhões de euros através do programa de aquisição de obrigações cobertas (CBPP3) e aplicou 1.563 milhões de euros em instrumentos de dívida titularizada (ABSPP) no mês de outubro.

Em março, o BCE e os bancos centrais da zona euro começaram a comprar grandes quantidades de dívida pública, através do quantitative easing, e o objetivo era só um: reanimar a economia europeia e levar a inflação para níveis abaixo dos 2%.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR